PUBLICIDADE

Estressada com barulho dos bombardeios, mãe abandona filhote de lêmure, agora cuidado pela equipe do zoológico de Kiev

Estressada com barulho dos bombardeios, mãe abandona filhote de lêmure, agora cuidado pela equipe do zoológico de Kiev

Ele tem apenas duas semanas de vida. Nasceu muito fraco. No meio de uma guerra. O pequeno filhotinho de lêmure foi abandonado pela mãe, Maya, no zoológico de Kiev, na Ucrânia. Com poucas chances de sobreviver, o animal foi rapidamente resgatado pela equipe de veterinários, que agora cuida dele 24 horas por dia.

“A vida não vai parar! Esse é o nosso pequeno lêmure… Para salvá-lo, nos tornamos sua família. Ele está crescendo, ganhando peso e adora descansar com seu bichinho de pelúcia favorito”, divulgou o Kyiv Zoo em suas redes sociais.

O zoológico da capital ucraniana abriga 4 mil animais, de 200 espécies. Há poucas semanas, como contei nesta outra reportagem, seis leões, quatro tigres, um cão selvagem africano e um macaco-prego foram levados para a Polônia, durante uma operação bastante arriscada. Mas seria impossível resgatar os demais, entre eles, Tony, um gorila de 46 anos, com problemas de saúde.

Como se negam a abandonar os animais, os funcionários do Kyiv Zoo permaneceram na cidade. E por motivos de segurança, já que a capital está sendo bombardeada pelas tropas russas, se mudaram todos para o local. Cerca de 50 pessoas e seus familiares estão vivendo no zoológico.

E não é só a fêmea de lêmure Maya que mostra sinais claros de estresse. O elefante Horácio precisou tomar calmantes por causa da agitação. Ele odeia os barulhos – sirenes de alerta, tiros e explosões que agora são ouvidos em toda Kiev.

Já as zebras foram levadas para um ambiente interno do zoológico após terem ficado desorientadas e em pânico e colidido contra cercas após bombardeios próximos ao local.

Durante os momentos de maior perigo, os funcionários se escondem em dois abrigos improvisados dentro do prédio, mas infelizmente, não há como tirar os animais grandes, como girafas e elefantes de seus recintos.

Mais uma face trágica dessa guerra, que já conta com mais de 3 milhões de ucranianos que foram obrigados a abandonar suas casas e buscar refúgios em países vazios. Infelizmente para esses animais do zoológico a única coisa que eles contam para sobreviver é com o amor e a dedicação de seus cuidadores.

“Vivamos, nos tornando mais fortes e venceremos! Glória à Ucrânia! ??”, diz a equipe do Kyiv Zoo.  

*Com informações adicionais do jornal The Washington Post

Leia também:
Filhote de rinoceronte, de espécie rara e em risco de extinção, é batizado de “Kiev”, em zoológico na República Checa

Brasileira refugiada da guerra na Ucrânia faz apelo para trazer seu cachorro ao Brasil; Itamaraty e Ministério da Defesa se mobilizam
Organizações correm contra o tempo para resgatar animais de estimação e em abrigos na Ucrânia
Jovem ucraniana, que se negou a fugir e a abandonar os animais, é morta a tiros após entregar comida em abrigo próximo de Kiev

Foto: reprodução vídeo Kyiv Zoo

Comentários
guest

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Sandra
Sandra
2 anos atrás

Esse pequenino lemure, carente e assustado, é bem o símbolo da nossa humana fragilidade massacrada por uma guerra estúpida e sem sentido, como todas as guerrras. Mas esses funcionários são a elite da espécie humana superior, que costuma se destacar e sobressair em catástrofes naturais ou provocadas, na condição de super heróis, cujo poder se origina de uma presença chamada DEUS que, em situações tão desafiadoras e perigosas quanto esta, preferimos chamar de PAI.

Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE