PUBLICIDADE

Estado de Nova York entra com ação contra a brasileira JBS por “campanha enganosa de zerar emissões”

Estado de Nova York entra com ação contra a brasileira JBS por "campanha enganosa de zerar emissões"

A Procuradora-Geral do Estado de Nova York, nos Estados Unidos, Letitia James, entrou com uma ação contra a brasileira JBS, a maior produtora de carne do mundo. No processo, ela afirma que a multinacional fez “alegações enganosas” sobre suas metas de redução de emissões de gases de efeito estufa em campanhas divulgadas no país apenas para aumentar suas vendas e com isso, está enganando consumidores preocupados com a questão ambiental.

Segundo a ação, movida contra a subsidiária da JBS nos EUA, a empresa se comprometeu a zerar suas emissões de carbono até 2040, “apesar de não apresentar um plano viável para tal”.

A procuradora incluiu no processo uma campanha publicitária divulgada pela companhia no jornal The New York Times, em 2021, em que a JBS afirmava: “A agricultura pode fazer parte da solução climática. Bacon, asinhas de frango e bife com emissões líquidas zero. É possível.”

“Quando as empresas anunciam falsamente o seu compromisso com a sustentabilidade enganam os consumidores e põem o nosso planeta em perigo. A lavagem verde da JBS USA explora os bolsos dos americanos comuns e a promessa de um planeta saudável para as gerações futuras”, disse Letitia James em um comunicado.

A procuradoria de Nova York pede que a multinacional pare de veicular a campanha “Carbono Zero até 2040” e pague multas por “suas práticas ou atos fraudulentos, enganosos ou ilegais.”

Em nota enviada a Agência de Notícias Associated Press, a JBS afirmou que “continuará a fazer parceria com agricultores, pecuaristas e fornecedores do sistema alimentar em todo o mundo para ajudar a alimentar uma população crescente, usando menos recursos e reduzindo o impacto ambiental da agricultura. Nossa crença de que a agricultura americana pode ajudar a alimentar o mundo de forma sustentável não se intimida.”

Anúncio de página inteira veiculado pela JBS no The York Times em 2021
(Foto: Lisa Elaine Held/Peeled)

Não é só nos Estados Unidos que a JBS vem sofrendo denúncias e críticas, incluindo sobre sua possível associação com o desmatamento no Brasil. No ano passado, a multinacional apareceu como líder no ranking global “Vilões da Pecuária”, com as empresas responsáveis pelo maior volume de emissões, elaborado pela organização Proteção Animal Mundial.

*Com informações da Associated Press

Leia também:
Txaí Suruí e Mundano pedem que maior rede de supermercados britânica pare de comprar da JBS
Vídeo mostra porcos sufocados e agonizando com gás carbônico em abatedouro da JBS na Inglaterra
Emissões de metano da JBS ultrapassam as dos rebanhos de França, Alemanha, Canadá e Nova Zelândia juntos
Milhares de britânicos assinam petição pelo boicote da carne da JBS, associada ao desmatamento na Amazônia

Foto: divulgação campanha JBS

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE