PUBLICIDADE

Em registro inédito no mundo, cientistas encontram sapo com cogumelo brotando na pele

Em registro inédito no mundo, cientistas encontram sapo com cogumelo brotando na pele

Ambos são conhecidos pela ciência: um sapo-de-dorso-dourado-de-Rao (Hylarana intermedia) e um cogumelo Bonnet, do gênero Mycena. Todavia, nunca antes, havia sido documentada uma interação tão profunda entre esses seres. O surpreendente registro desse anfíbio vivo com um fungo brotando de sua pele aconteceu na Índia.

A descoberta dessa simbiose inédita aconteceu durante um estudo de campo de anfíbios e répteis na região de Gates Ocidentais, uma cordilheira no oeste da península indiana.

Ao fazer o levantamento dos animais ali, Lohit Y.T., um especialista em rios e ambientes aquáticos do WWF-Índia, e o naturalista Chinmay Maliye se depararam com o sapo e seu hóspede inusitado no meio de uma pequena poça, onde estavam cerca de 40 desses anfíbios.

“Embora já tenham sido observados fungos crescendo em lugares estranhos, esta é a primeira vez que um cogumelo é visto brotando no tecido de um animal vivo”, comentou o WWF-Índia em suas redes sociais.

Segundo especialistas, esta espécie de cogumelo não é conhecida por infectar ou crescer em animais vivos. Em geral se desenvolvem em vegetações rasteiras, raízes e em madeiras em decomposição, alimentando-se da decomposição da matéria orgânica e desempenhando um papel vital na reciclagem do solo florestal.

Ainda de acordo com o Lohit e Maliye, o sapo parecia bem e saudável, por isso não há suspeita de que a simbiose entre os dois era prejudicial a ele.

Detalhe do fundo brotando na pele do sapo
(Foto: Lohit Y.T)

Entre outras espécies do mundo animal, esse tipo de interação, normalmente, traz benefícios para ambos os lados. É o caso, por exemplo, do que ocorre entre a anêmona-do-mar e o caranguejo-ermitão. Ao viver sobre a concha de seu hospedeiro, a primeira é transportada para diferentes lugares e com isso tem acesso a mais alimentos. Já o crustáceo ganha com a proteção a predadores – com seus tentáculos venenosos, a anêmona os repele facilmente (leia mais aqui).

O relato do encontro com o sapo e seu hóspede cogumelo foi publicado em artigo científico no jornal Reptiles & Amphibians.

O sapo não foi coletado, então não há como se ter mais informações sobre a interação entre os dois
(Foto: Lohit Y.T)

Foto de abertura: Lohit Y.T

Comentários
guest

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rafaela
1 mês atrás

Que foto maravilhada

Felippe Barreto
Felippe Barreto
1 mês atrás

The Last of Us !!!

L
L
1 mês atrás

Não o recolheram o animal, aí deram molinho.

Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE