PUBLICIDADE

Elefanta rouba a cena durante gravação de reportagem no Quênia

Um jornalista tentava falar sobre a seca na África, mas a elefanta Kindani acaba se tornando a estrela da reportagem

Alvin Kaunda é um jovem jornalista, que estava fazendo uma reportagem sobre um assunto muito sério: a seca histórica que atinge o continente africano e o impacto dela sobre a vida selvagem. Para isso, o repórter foi até a reserva de proteção do Sheldrick Wildlife Trust, no Quênia, que cuida de elefantes órfãos.

Com o texto decorado e de frente para a câmera, Kaunda começou a gravar sua reportagem. Como está ainda no começo de carreira, já tinha feito várias tentativas. Mas quando estava quase chegando lá, a elefanta Kindani chega por trás dele e primeiro coloca a tromba sobre a cabeça dele e logo depois, no nariz do repórter.

A cena, hilária e adorável, viralizou nas redes sociais:

Kindani é um dos muitos elefantes resgatados pelo Sheldrick Wildlife Trust e levados para o orfanato de Ithumba, na área do Parque Nacional de Tsavo. Lá eles são cuidados no início da vida e depois, reintroduzidos na natureza, numa reserva de proteção bem próxima.

Quando foi encontrada em 2018 sozinha, sem a mãe, Kindani tinha poucos dias de vida. Ela estava no Parque Nacional de Meru e deveria ser transportada de avião até Ithumba, em Nairóbi, mas naquele ano, ocorreram enchentes sem precedentes e o orfanato não tinha condições de recebê-la, ainda mais, por ela ser tão jovem e precisando de tantos cuidados.

Decidiu-se então levá-la para outro lugar, que acabou sendo atingido também pelas fortes chuvas. Nos dias seguintes, Kindani acabou pegando uma pneumonia e havia o temor que ela não sobrevivesse.

Todavia, felizmente, quatro anos mais tarde, essa elefantinha não apenas está viva e muito saudável, mas se tornou uma sensação na internet!

Leia também:
Câmera flagra momento em que elefantas envolvem com muito carinho filhote recém-nascido no Quênia
Morre Pocha, elefanta que foi trazida com a filha da Argentina para o Santuário de Elefantes Brasil
Raríssimos filhotes gêmeos de elefantes são avistados e bem, apesar de temor que não sobrevivessem
Caça por marfim pode ter sido responsável pela evolução de elefantes sem presas

Foto de abertura: reprodução vídeo

Comentários
guest

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ana Maria
1 ano atrás

Eu assisti no Twitter

Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE