Ed Sheeran lança remix de música com banda ucraniana, que gravou clipe em meio à guerra

Os cinco integrantes da banda ucraniana Antytila não estão mais lotando estádios onde eram recebidos por seus muitos fãs. Desde o final de fevereiro, eles trocaram os instrumentos musicais por armas. Estão lutando na guerra contra os russos, já que a lei obriga todo os homens entre 18 e 65 anos a permaneceram para defender o país. Através das redes sociais, os músicos trocaram mensagens com o cantor britânico Ed Sheeran e surgiu daí a parceria que rendeu o lançamento do remix do sucesso “2step”.

Na nova versão, o vocalista Taras Topolia canta parte da música em ucraniano e conta sobre a sua história pessoal. Logo que a Rússia invadiu a Ucrânia, a mulher e os três filhos do músico deixaram o país e agora estão separados. Ele trabalha como paramédico.

“A sugestão de Ed para trabalharmos juntos é uma manifestação do apoio genuíno à Ucrânia. Milhões de pessoas, não apenas em palavras, mas em atos concretos, mostram como é realmente defender seus princípios, democracia e liberdade e dar a mão a quem realmente precisa. Parece apenas uma música conjunta, mas há um grande simbolismo nessa parceria”, diz Topolia. “Em nossas circunstâncias atuais, foi realmente desafiador escrever e gravar letras ucranianas para a música”.

Logo no começo do clipe, ainda com a voz de Sheeran, aparece o jovem bailarino ucraniano Oleksii Sokolov, de 13 anos, dançando primeiro no Teatro Nacional de Lesya, em Kiev, e depois, em meio aos escombros de um centro cultural em Irpin.

Em seguida, é a vez de Topolia cantar: “As sirenes interromperam nosso sono, pegaram em duas malas tudo o que está no passado, então vá, você está atrás do volante, rumo ao desconhecido”. Enquanto isso, imagens mostram o que aconteceu na realidade com a família do vocalista.

“Milhões de homens ucranianos fizeram o mesmo, enviando seus filhos e mulheres para o oeste da Ucrânia ou para o exterior e ficando aqui para combater os invasores russos. É por isso que a história na letra cantada por mim não é apenas a minha história, é a história de muitos ucranianos”, afirmou o músico em entrevista ao jornal The Washington Post.

O vídeo do remix de #2step”, lançado no YouTube na segunda-feira, 02/05, já tem até este momento mais de 2,6 milhões de visualizações. As cenas foram gravadas em três cidades: Kiev, Irpin e na região de Kharkiv, uma das cidades mais destruídas pelos bombardeios russos. É lá que três integrantes da banda estão lutando.

Coincidentemente, a primeira versão do clipe de “2step”, lançada em meados de abril, tinha sido gravada em Kiev, no ano passado. Na época, Sheeran escreveu em suas redes sociais: “Embora fosse a minha primeira vez lá, rapidamente adorei as pessoas e o lugar. Não havia sinal do horror que chegaria à Ucrânia e meu coração está com todos lá… Todo o dinheiro arrecadado com as transmissões do YouTube irão para um programa de ajuda à Ucrânia”.

Até o final do ano, Sheeran e Antytila também doarão os royalties e os ganhos com a nova versão de “2step” para a Music Saves Ukraine, uma organização sem fins lucrativos criada pela Associação Ucraniana de Eventos Musicais para distribuir ajuda humanitária em partes devastadas pela guerra.

Leia também: |
Após comover o mundo cantando em abrigo na Ucrânia, menina de 7 anos emociona milhares de pessoas em estádio na Polônia
Escondidos em abrigos, entre bombardeios, violinistas ucranianos se unem a músicos de outros países em apresentação pela paz
A música como resistência: violoncelista toca em meio aos escombros de Kharkiv, na Ucrânia
Fotógrafos da National Geographic doam obras para arrecadar recursos para vítimas da guerra da Ucrânia
Estrelas dos balés russo e ucraniano se unem para ajudar as vítimas da guerra

Fotos: reprodução Facebook Ed Sheeran e divulgação Antytila

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta