PUBLICIDADE

Dois anos depois é descoberto mistério de fêmea de gibão que teve um filhote mesmo vivendo sozinha…

Dois anos depois é descoberto mistério de fêmea de gibão que teve um filhote mesmo vivendo sozinha...

Foi uma grande surpresa para a equipe do Kujukushima Zoo & Botanical Garden, em Nagazaki, no Japão, quando foi descoberto, em 2021, que Momo, uma fêmea de gibão-de-mão-branca (Hylobates lar) estava esperando um filhote, já que ela vivia num recinto sozinha.

O filhote, um macho, nasceu em fevereiro daquele ano, bem e saudável. Mas como exatamente Momo teria engravidado?

Bem, dois anos depois, agora em 2023, a administração do zoológico acaba de anunciar que o mistério foi resolvido. Exames de DNA apontaram que o pequeno gibão é filho do vizinho de recinto de Momo.

Acontece que logo ao lado do ambiente onde a fêmea estava vivia o gibão macho Itou. E acredite se quiser, parece que os dois conseguiram copular através de um furo de 9 milímetros de diâmetro encontrado na divisória que separava os dois recintos.

“Levamos dois anos para fazer a descoberta porque não conseguimos chegar perto o suficiente do filhote para coletar amostras – Momo era muito protetora com seu filho”, contou Jun Yamano, superintendente do zoológico, ao site Vice.

Ainda segundo o Kujukushima Zoo, a intenção agora é reunir a família no mesmo espaço.

Momo é branca e o filhote negro porque os indivíduos desta espécie variam muito na cor da pelagem, todavia todos possuem uma franja branca em torno da face de pele negra, e pelagem branca nas patas, posteriores e anteriores.

Dois anos depois é descoberto mistério de fêmea de gibão que teve um filhote mesmo vivendo sozinha...

Momo e seu filhote
(Foto: divulgação Kujukushima Zoo & Botanical Garden
)

O gibão-de-mãos-brancas vive nas florestas tropicais do sul e sudeste da Ásia, em países como Indonésia, Laos, Malásia, Mianmar e Tailândia. Entre os macacos, são os que possuem a vocalização mais forte.

Esses primatas são bastante pequenos, medindo no máximo 60 centímetros e pesando em média, 6 kg.

A genética determina se um filhote de gibão-de-mãos-brancas terá o pelo claro ou escuro. Se ambos os pais forem claros, seus filhos também o serão, e inversamente, se os progenitores tiverem pelo escuro, seus descendentes também terão.

Entretanto, a coloração de fêmea e macho não influi na escolha de um parceiro sexual. No entanto, se o pai for preto, o gene dominante é transmitido ao filhote, exatamente como o que acontece no zoológico japonês.

Segundo a Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês, o gibão-das-mãos-brancas é classificado como em risco de extinção.

Dois anos depois é descoberto mistério de fêmea de gibão que teve um filhote mesmo vivendo sozinha...

Enfim a solução para o mistério: Itou é o pai do filhote
(Foto: divulgação Kujukushima Zoo & Botanical Garden)

*Com informações adicionais da New England Primate Conservancy

Leia também:
A nova estrela da saga Guerra nas Estrelas: o gibão Skywalker

Foto de abertura: MatthiasKabel, CC BY 2.5, wikimedia commons (imagem apenas conceitual)

Comentários
guest

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Cyrille
Cyrille
1 ano atrás

Porque estes animais estavam isolados ??? Vergonhoso !
Sem falar do risco deste buraco de 9mm… O macho poderia ter ficado preso.
Lastimável este zoo !

Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE