Um canal online para denunciar maus tratos contra árvores e áreas verdes

denunciar-maus-tratos-contra-arvores

Desde que idealizei o Instituto Árvores Vivas, em 2006, um dos primeiros movimentos de que senti necessidade de implementar foi o de criar um canal de comunicação com as pessoas. E, assim, nasceu o primeiro blog com o nome da iniciativa. Nele, por meio de publicações simples e linguagem acessível, sempre compartilhei meus encontros com as árvores, percepções sobre suas características de forma, cor, presença e relação de cada uma com o espaço no qual está inserida, seja urbano, seja florestal, seja rural.

Ter canais de comunicação ativos permite trocas valiosas entre seguidores e participantes. E, desde o início, sempre me coloquei à disposição dos leitores para esclarecer dúvidas sobre como cuidar de árvores e plantas, sugerir espécies adequadas para cada situação de plantio… Ao mesmo tempo – infelizmente – sempre recebi muitas denúncias de cortes, podas, remoções, depredações indiscriminadas em todo o Brasil.

Minha iniciativa pessoal hoje é uma Organização de Sociedade Civil e, neste estágio da história do Instituto, inserimos – nos processos cotidianos de atendimento – o retorno dos resultados do trabalho que temos feito com tanta atenção, precisão de informação, consideração e gratuitamente à sociedade. Por isso, estruturei um projeto especial de acolhimento de denúncias que explico a seguir.

No ano passado, foram mais de 500 atendimentos gratuitos diretos às pessoas que procuram o Instituto Árvores Vivas por meio de mensagens em redes sociais, emails e telefonemas. As denúncias sobre maus tratos incluem desde dúvidas sobre como realizar adequadamente o processo de denúncia em cada cidade, até o simples compartilhar de suas angústias, revoltas e indignação com processos legais e ilegais de corte e poda das árvores e o desprezo com as áreas verdes. O volume de contatos tem aumentado e esse dado é bastante valioso, pois demonstra que a população está mais atenta à vida das árvores e ao valor da natureza para a vida de todos. Por outro lado, torna-se evidente a dificuldade do cidadão em sentir que sua voz, sua atenção e seu cuidado tem acolhimento dentro dos órgãos responsáveis.

A maioria das pessoas que nos procura não sabe como proceder nos casos de denúncia, a quem procurar, como agir. Inicialmente, oriento para que procurem se informar sobre a legislação municipal a respeito de arborização de suas cidades. Também digo para realizar contatos pessoais com o Conselho Municipal de Meio Ambiente, procurar averiguar se as remoções e podas possuem as devidas autorizações para serem executadas; conhecer este processo, exigir apresentação de documentos. Encontrar caminhos com os vereadores para oportunidades de diálogo nas Câmaras Municipais a respeito da legislação ambiental da cidade, e aprimorar a mesma. Além disso, realizar denúncias nas secretarias nas instâncias municipal e estadual quando for o caso, órgãos estaduais e federais responsáveis pelas áreas onde os fatos estão ocorrendo. E, finalmente, organizar movimentos e grupos de pessoas que compartilham da mesma intenção e visão de proteção e cuidado com a natureza.

Então, para conseguir organizar, de maneira eficiente, essa energia e vontade de ver nossas árvores e área verdes cuidadas, respeitadas e preservadas criamos um canal exclusivo para denúncias online, em nosso site. Desta forma, agora, quem observar, presenciar ou souber de casos contra a natureza pode detalhar a situação no formulário criado especialmente para esses casos.

Assim, esta que já é uma atividade corriqueira na trajetória do Instituto Árvores Vivas, de maneira espontânea, agora conta também com um canal exclusivo que permite que as denúncias, analisadas em conjunto, ganhem mais força de proposição para medidas de controle e também mais eficiência na comunicação. Quem sabe, os dados de diversas denúncias reunidas, poderá ajudar a transformar e a diminuir a depredação que nossos olhos e corações acompanham diariamente, muitas vezes fazendo com que nos sintamos impotentes.

Acolher denúncias é importante para poder transformar a depredação e os maus tratos em novas sementes, em vida, em mais árvores e áreas verdes. Conto com o apoio de vocês na divulgação desse novo canal em suas redes de contato. Este mês celebraremos o dia da árvore, mas é importante criarmos uma cultura de que o dia da árvore acontece todos os dias!

Foto: Arquivo pessoal

Juliana Gatti

Mestranda na área de Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável, sua pesquisa dedica-se a avaliar a influência da natureza na qualidade de vida de crianças e sociedade. Idealizou o Instituto Árvores Vivas em 2006, onde promove ações de conexão com a natureza por meio de apreciação, restauração e fomento da cultura ambiental.

7 comentários em “Um canal online para denunciar maus tratos contra árvores e áreas verdes

  • 6 de setembro de 2016 em 8:53 AM
    Permalink

    Muito show essa iniciativa, parabéns a Juliana!
    É muito difícil conseguir apoio, no que diz respeito a maus tratos as árvores.
    Geralmente a implantação de condomínios e loteamentos são grandes responsáveis por esses maus tratos aqui no interior de São Paulo.
    É difícil denunciar ou pedir apoio, já que muitas vezes, boa parte dos políticos estão envolvidos (ganhos) com essas obras, isso quando não são os donos.
    Vistorias superciliais não são raras.
    Laudos obscuros e ameaças sutis (aos que se interpõe a favor do verde), tornam as coisas piores.
    Por isto é muito bom uma ferramenta coletiva que de voz aos indivíduos, assim fica mais fácil e eficaz a luta pela conservação das áreas verdes!

    Resposta
    • 6 de setembro de 2016 em 3:42 PM
      Permalink

      Olá Weslen, Fico feliz que aprovou a iniciativa de projeto e compartilha da importância de uma ferramenta como esta, isenta, e que reúna com mais força a voz de todos nós!

      Resposta
  • 7 de setembro de 2016 em 10:35 PM
    Permalink

    Sou uma defensora da natureza e tenho uma bela poesia com o titulo O Gemido, O Grito da Terra é um alerta aos homens que vão destruído tudo em nome do progresso e do dinheiro, escrita em 1989 em Belo Horizonte!!! sou poetis e escritora e sou uma das fundadora da AIL e pertenço a outras Entidades Culturas.

    Resposta
  • 7 de setembro de 2016 em 10:40 PM
    Permalink

    Fiquei feliz em saber que tem pessoas interessadas com a natureza e tudo que faz parte dela, necessitamos cuidar deste planeta com amor e respeito, pois, dela depende o nosso futuro, parabéns a todos que também se preocupam com ela?!

    Resposta
    • 9 de setembro de 2016 em 8:02 PM
      Permalink

      Olá Lina,

      Fico feliz com seu comentário e por acompanhar o Blog do Árvores Vivas. Compartilhe conosco sua poesia aqui nos comentários, gostaria muito de conhecer! Tenha um ótimo final de semana inspirado pela natureza!

      Resposta
  • 11 de setembro de 2016 em 10:30 PM
    Permalink

    Boa noite. Na Praça da Trindade em São Gonçalo RJ algumas carrocinhas de salgados estão jogando óleo quente nas árvores.

    Resposta
    • 12 de setembro de 2016 em 9:42 AM
      Permalink

      Olá Gizelle como vai?

      Horrível saber de atitude tão horrível. Por favor faça o registro desta denúncia em nosso fomrulário
      Acesse o formulário neste link http://goo.gl/M3M8Xk
      Agradeço muito sua participação

      Resposta

Deixe uma resposta