Curitiba ganhará Fazenda Urbana, um centro de referência para o cultivo de alimentos orgânicos e energias sustentáveis

Mesmo com a pandemia do coronavírus, as obras da primeira Fazenda Urbana de Curitiba não pararam. E no mês que vem, em junho, os moradores da capital paranaense poderão conhecer de perto o projeto.

Projetada para ocupar uma área de 4.435m² ao lado do Mercado Regional do bairro Cajuru, a ideia é que a fazenda estimule os curitibanos a cultivarem seus próprios alimentos, em casa ou espaços ociosos da cidade, utilizando técnicas sustentáveis. Para isso, poderão aprender ali, através de aulas e cursos, com especialistas.

Curitiba ganhará Fazenda Urbana, um centro de referência para o cultivo de alimentos orgânicos e energias sustentáveis

A Fazenda Urbana de Curitiba será inaugurada em junho

No local, estão sendo construídas composteiras, estufas para mudas e hortas comunitárias. Haverá ainda espaço para os ‘Jardins de Mel’, com abelhas nativas sem ferrão (projeto do qual já falamos aqui, neste outro post), restaurante escola e banco de alimentos, além de infraestrutura para eventos e treinamento.

A sustentabilidade é a base de todo o projeto. Os alimentos serão cultivados sem agrotóxicos. Painéis solares garantirão energia para o funcionamento da fazenda e a água da chuva será reutilizada para a irrigação dos plantios.

Curitiba ganhará Fazenda Urbana, um centro de referência para o cultivo de alimentos orgânicos e energias sustentáveis

Primeiras mudas já estão plantadas

“Além dos alimentos convencionais, as hortas terão as plantas alimentícias não convencionais (Pancs) e os canteiros estão sendo feitos com materiais recicláveis, tais como garrafas EPT, telhas, dormentes, blocos de concreto, forros PVC e pallets”, revelou Luiz Gusi, secretário municipal de Segurança Alimentar e Nutricional.

Todos os alimentos produzidos na Fazenda Urbana – legumes, frutas e verduras -, serão destinados ao programa Mesa Solidária, que serve refeições a pessoas em situação de vulnerabilidade em Curitiba.

Curitiba ganhará Fazenda Urbana, um centro de referência para o cultivo de alimentos orgânicos e energias sustentáveis

Imagem aérea da obra sendo finalizada

No mundo inteiro, as fazendas urbanas estão se tornando mais populares. Em fevereiro, escrevi sobre Bangkok, que inaugurou a maior fazenda da Ásia: além de produzir alimentos, ela contém a água da chuva e enchentes. Paris também terá uma, com impressionantes 14 mil m2, sobre o telhado de um dos pavilhões do Paris Expo Porte de Versaille. Meta é que produza mais de mil frutas, verduras e ervas por dia (leia mais aqui).

*Com informações da Prefeitura Municipal de Curitiba

Leia também:
‘Hortas Cariocas’ doa toneladas de alimentos para famílias de baixa renda em dificuldades devido à crise do coronavírus
BeGreen: conceito de fazenda urbana ganha impulso em Belo Horizonte
Vila João de Barro será o primeiro mercado orgânico e ecológico de Minas Gerais
Do lixo da cozinha direto para a horta

Fotos: divulgação

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Um comentário em “Curitiba ganhará Fazenda Urbana, um centro de referência para o cultivo de alimentos orgânicos e energias sustentáveis

  • 12 de maio de 2020 em 12:19 PM
    Permalink

    A gente precisa de uma em cada bairro;quem sabe assim o povo se motive a consumir alimentos saudáveis, deixando de lado a voracidade pela carne de animais, uma prática primitiva de bárbaros que não possuíam opções além de disputar, no tacape e na força bruta, o “pão ” suado de cada dia e o leitinho das crianças. Chega de sangue no cardápio; ninguém passará fome quando plantar para colher sua comida,sem estresse e sem culpa, só no lucro.

    Resposta

Deixe uma resposta