Coletes usados por refugiados transformam Praça do Parlamento Britânico em enorme cemitério

coletes usados por refugiados

Milhares de coletes salva-vidas transformaram a praça, em frente ao Big Ben e ao Parlamento, na capital da Inglaterra, em um grande cemitério. A instalação, promovida por uma organização local, tinha como objetivo lembrar os 65 milhões de refugiados do mundo, na mais grave crise humanitária da história recente e as muitas vidas que já foram perdidas nesta tragédia.

Sobre o gramado estavam 2.500 coletes, usados por pessoas que tentaram atravessar o oceano para chegar até a Europa, principalmente, as ilhas gregas. A maioria destas pessoas veio da Síria, onde uma guerra civil mata milhares de inocentes diariamente.

O protesto foi feito hoje, segunda-feira (19/09), para coincidir com a abertura da Assembléia Geral das Nações Unidas sobre Migração e Refugiados, em Nova York. Essa é a primeira vez que a entidade convoca líderes mundiais para debater o problema. O objetivo é que com o encontro, os países membros da ONU se comprometam a tomar ações mais efetivas em prol dos refugiados.

Uma das coisas mais chocantes sobre a instalação feita em Londres é que mais de 600 coletes eram de tamanho infantil. De acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), aproximadamente 1 mil crianças refugiadas chegam em barcos na Itália, todo mês, desacompanhadas de familiares ou adultos.

Em uma estimativa ainda mais triste, a Agência para Refugiados da ONU afirma que a cada dia, desde setembro do ano passado, uma média de duas crianças morre afogada no Mar Mediterrâneo.

Na semana passada, uma manifestação igual a que aconteceu hoje na capital da Inglaterra, foi realizada em Nova York, próximo à Brooklyn Bridge. Ativistas da organização humanitária Oxfam America espalharam centenas de coletes usados por refugiados na areia, ao longo do rio, para chamar a atenção da população sobre o tema.

praca-parlamento-londressalva-vida-refugiados-crise-refugiados-4-800


Leia também:
A crise dos refugiados imortalizada para sempre no fundo do mar
Refugiados somos todos nós
Como ajudar os refugiados no Brasil e no mundo
Líbano, refugiados e o verdadeiro sentido de viver

 

Fotos: reprodução Twitter Snapping’Turtle (Parlamento, Londres) e Oxfam America (Brooklyn Bridge, NY)

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Um comentário em “Coletes usados por refugiados transformam Praça do Parlamento Britânico em enorme cemitério

  • 19 de setembro de 2016 em 7:09 PM
    Permalink

    Aprecio muito esse tipo de manifestação. Consegue chamar a atenção das pessoas para o problema de um forma inteligente e pacífica.

    Resposta

Deixe uma resposta