Coldplay anuncia turnê “ecofriendly”: a cada ingresso vendido, uma árvore será plantada e plateia produzirá energia ao dançar

Coldplay anuncia turnê "ecofriendly": a cada ingresso vendido, uma árvore será plantada e plateia produzirá energia ao dançar

No final de 2019, a banda britânica Coldplay anunciou que só faria turnês novamente quando os shows fossem mais sustentáveis. Praticamente dois anos depois e uma pandemia nesse meio tempo, o grupo revelou esta semana que finalmente voltará aos palcos – inclusive com apresentação já confirmada para o Brasil -, com muitas novidades para reduzir a pegada de carbono.

“Temos plena consciência de que o planeta enfrenta uma crise climática. Portanto, passamos os últimos dois anos consultando especialistas ambientais para tornar esta turnê o mais sustentável possível e, tão importante quanto, aproveitar o potencial dela para estimular novas soluções. Não faremos tudo certo, mas temos o compromisso de fazer tudo o que pudermos e compartilhar o que aprendemos. É um trabalho em andamento e estamos muito gratos pela ajuda que recebemos até agora”, escreveu o grupo em suas redes sociais.

Em uma entrevista à rede BBC, o vocalista do Coldplay, Chris Martin revelou algumas dessas novidades que os fãs irão encontrar nos shows de 2022. Para começar, a plateia produzirá energia ao dançar e pular durante a apresentação. O show contará com um piso cinético transforma a energia mecânica em energia elétrica.

“Quando eles se movem, eles impulsionam o show. E também teremos bicicletas que fazem a mesma coisa”, contou Martin. “Quanto mais a plateia se mover, mais ela estará ajudando”.

Além disso, a banda se comprometeu a plantar uma árvore para cada ingresso vendido. Só para se ter uma ideia, na última turnê, entre 2016 e 2017, cerca de 5,4 milhões de pessoas assistiram aos shows do Coldplay.

Na Costa Rica, onde a turnê começará em março – país que investe fortemente em energias renováveis -, as apresentações usarão eletricidade proveniente de energia solar e eólica, assim como baterias movidas a óleo de cozinha reciclado de restaurantes locais.

Entre outras medidas anunciadas estão um itinerário melhor planejado para diminuir a emissão gerada por voos e o desperdício de combustível fóssil com os aviões; os cenários serão feitos com materiais que impactem menos o meio ambiente, como bambus; as pulseiras distribuídas ao público, com luz LED, serão fabricadas com matéria-prima vegetal e reutilizadas todas as noites e um aplicativo permitirá que os fãs planejem seu trajeto de ida e volta para o show com o menor nível de emissões possível – eles receberão um código de desconto para usar no local quando se comprometerem com viagens de baixo carbono.

A expectativa é que a turnê do ano que vem emita 50% menos dióxido de carbono, o tal do CO2, gás apontado como principal responsável pelo aquecimento global, do que a anterior.

Chris Martin admite que ainda há muito o que ser feito. Mas acredita que esse é só o começo. “Não estaríamos anunciando uma turnê a menos que sentíssemos que estamos fazendo o suficiente para que esteja tudo bem em nossos corações, mas definitivamente ainda precisamos ir mais longe”.

O Coldplay é uma das bandas mais famosas do mundo (só no Facebook tem 40 milhões de seguidores). Os músicos já venderam mais de 100 milhões de cópias de seus discos e têm demonstrado uma preocupação crescente com a questão do impacto ambiental do showbizz. Eles são um dos embaixadores do movimento Global Citizen, que em setembro realizou um megashow, com a participação de mais de 50 artistas, em diversas partes do mundo, para chamar a atenção sobre a crise climática e o problema da fome.

Leia também:
Do espaço, astronauta envia mensagem linda sobre o planeta no lançamento de novo clipe do Coldplay
Com ‘empurrãozinho’ de famosos ativistas globais, governadores de estados da Amazônia fazem novos compromissos pelo clima e pela proteção da floresta

Foto: reprodução Facebook Coldplay

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

3 comentários em “Coldplay anuncia turnê “ecofriendly”: a cada ingresso vendido, uma árvore será plantada e plateia produzirá energia ao dançar

  • 16 de outubro de 2021 em 9:03 AM
    Permalink

    Não que anônimos não tenham mérito quando trabalham em favor da Ecologia e do Meio Ambiente, claro, eles têm. No entanto quando famosos tomam iniciativas como essa, solidários em melhorar as condições da Casa Planetária que os abriga, é diferente, porque arrastam a multidão de fãs que os admira, imita e copia tudo o que eles dizem, vestem, cantam e se comovem, por osmose, com tudo o que os motiva e interessa, passando a incluir seu ideal em suas próprias vidas. Nem sempre aplausos são suficientes para premiar quem merece, mais do que isso, ser seguido por admiradores para aprender a fazer igual.

    Resposta
  • 24 de outubro de 2021 em 8:26 AM
    Permalink

    Não esclareceu como, quem e onde será plantada uma árvore a cada ingresso vendido.

    Resposta
    • 24 de outubro de 2021 em 9:59 PM
      Permalink

      Marie,
      O Coldplay ainda não divulgou essas informações.
      Abraços,
      Suzana

      Resposta

Deixe uma resposta