PUBLICIDADE

Cientistas desvendam mistério da centopeia chinesa de cabeça vermelha, que mesmo cega, percebe a luz do sol

Cientistas desvendam mistério da centopeia chinesa de cabeça vermelha, que mesmo cega, percebe a luz do sol

Há muito tempo a centopeia chinesa da cabeça vermelha (Scolopendra subspinipes mutilans) intriga os cientistas. Esse artrópode* encontrado em regiões ao leste da Ásia e também, na Oceania, possui um corpo longo e segmentado em cor preta, pernas amarelas e uma cabeça grande vermelha, sem olhos, mas com grandes antenas. Com a boca é capaz de morder e injetar veneno em presas, predadores e humanos que pisam nele.

Estudos anteriores já tinham demonstrado que, mesmo cega, essa espécie de centopeia evita a luz do sol. Todavia, não se sabe para evitar a exposição a possíveis predadores ou a altas temperaturas. Além disso, outras pesquisas demonstraram que esse animal não tem fotorreceptores, ou seja, órgãos que percebem estímulos de luz.

Então, como exatamente a centopeia chinesa consegue detectar luminosidade?

PUBLICIDADE

Um grupo de especialistas em florestas da Northeast Forestry University, da China, junto com colegas da Escola de Medicina da Zhejiang University, conseguiu descobrir em testes de laboratórios como exatamente esses animais, cegos, percebem a luz.

Num artigo científico publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, os pesquisadores descrevem como expuseram as centopeias a diferentes ambientes e como elas reagiram à luz. Além disso, eles utilizam câmeras que medem a temperatura do corpo para monitorar possíveis alterações.

O que eles perceberam então foi que a temperatura das antenas aumentava quase imediatamente quando expostas à luz solar, e isso acontecia rapidamente: até 9°C em poucos segundos.

Para ter certeza então que são as antenas que detectam o calor da luz, os cientistas cobriram essas partes do corpo em alguns indivíduos e os mesmos não conseguiram perceber a luminosidade.

De acordo com os autores do estudo, as antenas dessas centopeias funcionam como sensores de calor da luz solar e possuem receptores térmicos chamados de BRTNaC1.

“Nossa análise prova que esses artrópodes apresentam um mecanismo sofisticado para detecção de luz indireta”, afirmam.

Também chamadas de lacraias em português, as centopeias alimentam-se de vermes, insetos, aranhas, baratas e pequenos moluscos. Costumam viver em locais úmidos.

Na China e em outros países asiáticos, a centopeia de cabeça vermelha era usada como medicamento. Acreditava-se que ela tinha um poder cicatrizante.

Cientistas desvendam mistério da centopeia chinesa de cabeça vermelha, que mesmo cega, percebe a luz do sol

As antenas que servem de sensores térmicos
(Foto: Yasunori Koide, CC BY-SA 3.0 via Wikimedia Commons)

*Artrópodes são animais invertebrados com membros locomotores articulados em número par, corpo dividido em segmentos metaméricos e esqueleto externo coberto de um tegumento quitinoso. Eles compreendem mais de 75% das espécies de todo o reino animal e suas principais classes são: crustáceos, insetos, aracnídeos, quilópodes e diplópodes.

*Com informações do site Phys.org

Leia também:
Serpente da espécie mais rara da América do Norte é achada morta, engasgada com sua presa: uma centopeia!

Foto de abertura: Shilong Yang

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE