Cate Blanchett, Davi Attenborough, Shakira e Dani Alves pedem que o mundo se una pelo clima

Cate Blanchet, Sir Davi Attenborough, Shakira e Dani Alves pedem que o mundo se una pelo clima

Como contamos aqui, em janeiro deste ano, o Príncipe William e Kate Middleton, sua esposa, lançaram o Earthshot Prize, uma premiação internacional para financiar projetos visionários para solucionar os maiores problemas ambientais da atualidade.

Neste Dia da Terra, os membros do Conselho desse prêmio lançaram uma carta aberta, intitulada Dê uma chance à Terra, para fazer “um apelo às pessoas do mundo todo para se unirem a fim de enfrentar a crise climática, antes que seja tarde demais”.

O grupo formado por personalidades como a atriz Cate Blanchett, a cantora Shakira, o apresentador e naturista Sir Davi Attenborough e o jogador de futebol Dani Alves (veja a lista completa abaixo), destaca à ameaça das mudanças climáticas, enfrentada pelo planeta, como “o desafio mais premente na história da humanidade”.

Cate Blanchet, Sir Davi Attenborough, Shakira e Dani Alves pedem que o mundo se una pelo clima
A atriz, produtora e humanista, Cate Blanchet, no momento da assinatura da carta

No texto, eles também chamam a atenção para o que dizem os especialistas em relação à urgência das ações de enfrentamento, que devem acontecer até a próxima década, “antes que os danos se tornem irreversíveis”.

A carta também menciona os esforços globais na luta contra a covid-19 – o desenvolvimento das vacinas e ações solidárias -, como exemplo de que unir esforços diante de uma ameaça comum é a melhor saída. E pedem que “o mesmo espírito de inovação e determinação sejam aplicados na questão da emergência climática”.

Além do Príncipe William, assinam a carta:
Rania Al Abdullah, rainha da Jordânia;
Cate Blanchett, atriz, produtora e humanista;
Christiana Figueres, ex-Secretária Executiva das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima, responsável pelo histórico Acordo de Paris sobre a Mudança do Clima;
Dani Alves, jogador de futebol brasileiro;
David Attenborough, apresentador e naturalista;
Hindou Oumarou Ibrahim, ativista ambiental;
Indra Nooyi, executiva de negócios e ex-Presidente e CEO da PepsiCo;
Naoko Yamazaki, ex-astronauta a bordo da Estação Espacial Internacional;
Ngozi Okonjo-Iweala, diretor geral da Organização Mundial do Comércio;
Shakira Mebarak, cantora e filantropa e
Yao Ming, membro do Naismith Hall da Fama do Basquete e ambientalista.

Cate Blanchet, Sir Davi Attenborough, Shakira e Dani Alves pedem que o mundo se una pelo clima
A cantora e ativista Shakira integra o conselho do prêmio
lançado pelo Príncipe William

O prêmio

Como indiquei acima, os signatários da carta pelo clima integram o Conselho do Earthshot Prize e, assim, formam um grupo global de indivíduos influentes de setores diversos, que têm um compromisso comum: identificarem líderes de ações que visam a recuperação ambiental do planeta.

O objetivo do prêmio é descobrir e escalonar soluções em cinco áreas-chave: resíduos, oceanos, poluição do ar, natureza e clima

Assim, durante os próximos dez anos, eles farão a seleção de cinco cases, que representem as soluções mais viáveis para driblar os maiores desafios ambientais enfrentados pela humanidade, hoje.

Estes serão os vencedores do Earthshot Prize que, além de apoio personalizado para desenvolver suas soluções, receberão o prêmio de £1 milhão (cerca de R$ 7,5 milhões) para poder escalonar seu projeto e realizar uma mudança significativa e ambiciosa no mundo.

Cate Blanchet, Sir Davi Attenborough, Shakira e Dani Alves pedem que o mundo se una pelo clima
Hindou Oumarou Ibrahim, ativista ambiental e membro do conselho
do Earthshot Prize / Foto: Divulgação

Para Hindou Oumarou Ibrahim, que participou, hoje, da Cúpula dos Líderes pelo Clima, convocada por Biden, “um ano depois do início da crise global da covid-19, está claro que a saúde de nossas sociedades depende da saúde de nosso planeta. No entanto, ainda nos falta ambição suficiente para acabar com a crise climática e frear a perda de biodiversidade”. 

Para podermos fazer essa transformação, ela destacou os povos originários como aliados: 

“Durante séculos, os povos indígenas têm vivido em harmonia com a natureza, protegendo os ecossistemas que os sustentam. Eles sabem que colaborar com a Mãe Terra é o único caminho que leva a uma sociedade mais justa e inclusiva”

Por fim, reconheceu o orgulho que sente por fazer parte do Earthshot Prize e colaborar para identificar soluções inovadoras capazes de nos ajudar a alcançar uma recuperação ambiental, sem deixar ninguém de fora”.

Foto: montagem com fotos de Divulgacao do prêmio (Cate e Shakira) e reproduções do Facebook e Instagram (Sir Davi e Dani)

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Deixe uma resposta