PUBLICIDADE

Caranguejo invade pista do Aeroporto de Vitória, no ES, e impede pouso de avião: a espécie está em período reprodutivo

Nada como o bom humor e a confiança para ajudar a enfrentar situações inesperadas. Na noite de segunda-feira, 20/3, um avião precisou arremeter ao se aproximar do Aeroporto de Vitória, no Espírito Santo, devido a presença de um caranguejo-uçá na pista. 

Ao relatar o fato, o comandante declarou que havia uma “quantidade absurda de caranguejos na pista”, com base no relato do piloto do avião que acabara de pousar. E, por isso, ele teria que aguardar o recolhimento do animal, o que aconteceria em 10 a 15 minutos. 

“Boa noite, senhoras e senhores passageiros, é o comandante falando. Infelizmente, não foi possível o nosso pouso em Vitória. Acredite se quiser, a aeronave que pousou um pouco a nossa frente reportou uma quantidade absurda de caranguejos na pista, acredite se quiser”. 

No entanto, de acordo com a Zurich Airport Brasil, havia apenas um indivíduo da espécie circulando pela pista, e a torre orientou o comandante a arremeter para que o animal fosse retirado pela equipe de fauna do terminal

O fato foi registrado em vídeo por um passageiro e viralizou, e é impossível não notar as risadas que se seguem à explicação do comandante (assista no final deste post). Em pouco mais de dez minutos, como indicado pelo comandante, o avião pousou com total tranquilidade.

‘Andada’ do caranguejo-uçá: período de defeso

Pode parecer inusitada, mas essa não é uma situação incomum no local já que o aeroporto está em área de mangue, berçário natural da vida marinha.

“Na verdade, o mangue está entre o aeroporto e a praia e uma parte dos corpos de água ali entra dentro da área do aeroporto. Então, ali é pra ter caranguejo também”, explicou o biólogo Marcelo Tavares, biólogo do Departamento de Ciências Biológicas da UFES(Universidade Federal do Espírito Santo), à reportagem do G1.

Além disso, segundo a prefeitura de Vitória, ontem, 22/3, começou o quinto período da ‘andada do caranguejo-uçá’, temporada reprodutiva da espécie, que vai até o dia 27 e torna esses animais mais suscetíveis já que eles deixam suas tocas para encontrar parceiros e se reproduzir.

Por isso, a legislação estabelece que o defeso seja respeitado, mesmo que seja em relação a um único indivíduo, como foi o caso no aeroporto.

Durante esse período, é proibido capturar, manter em cativeiro, transportar, industrializar, armazenar e comercializar caranguejos da espécie conhecida também como caranguejo-verdadeiro, catanhão e uçaúna

A carne desse caranguejo – da família dos ocipodídeos – é muito apreciada na culinária e sua carapaça utilizada na fabricação de cosméticos, no enriquecimento de alimentação animal e em artesanato

Vitória tem aproximadamente 96,54 km² e, desse total, 12 km² são de manguezal. Por isso, ela ostenta o título de cidade com o maior mangue urbano da América Latina. Tem, mesmo, que preservar esse patrimônio vivo.

A seguir, ouça a mensagem do comandante do avião e os risos dos passageiros:

Fontes: G1, Aeroporto de Vitória

Foto: IEMA/Governo do Espírito Santo/divulgação

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE