Calouros de medicina cortam e doam cabelo em trote solidário em hospital de câncer infantil

calouros cortam e doam cabelo em trote solidário em hospital de câncer infantil

Uma medicina mais humanizada. Certamente, os futuros médicos gaúchos que participaram do trote solidário, promovido pela organização dos estudantes do curso de Medicina da Universidade de Passo Fundo, vão trabalhar em prol dela, depois da experiência inesquecível que tiveram.

Recentemente os calouros estiveram no Centro Oncológico Infantojuvenil, no Instituto do Câncer do Hospital São Vicente de Paulo, na 3ª edição do “Trote do Bem”.

Durante o encontro com crianças e jovens em tratamento contra o câncer, os estudantes tiveram seus cabelos raspados pelos pacientes. E as alunas puderam doar mechas para a fabricação de perucas.

O trote solidário “Carecas do Bem”

A intenção do trote solidário é, além de incentivar a humanização nos profissionais da área de saúde desde cedo, através do contato com as crianças que vivem uma fase tão difícil e dolorosa, também proporcionar um momento de descontração para os jovens pacientes e desmistificar o fato de estarem carecas.

“Esse trote é muito legal porque todos saem ganhando. É a primeira experiência no ambiente hospitalar, a felicidade por conseguir entrar no curso e o principal, dar um momento de alegria para as crianças”, diz Isabelle Ranzolin, coordenadora de eventos da Atlética de Medicina da UPF.

A iniciativa linda é uma daquelas que deveria ser copiada em mais universidades brasileiras. E não só no curso de Medicina. Exemplo bacanérrimo!

Caloura de medicina recebe o corte de cabelo
feito por uma jovem paciente

Estudante tem o cabelo raspado por jovens do centro oncológico infantojuvenil

Doação de cabelos

Um dos efeitos mais visíveis para quem atravessa um tratamento contra o câncer é certamente a queda do cabelo, consequência da quimioterapia. No caso das mulheres, principalmente, é algo que afeta muito a autoestima.

O projeto Rapunzel Solidária, em São Paulo, faz um trabalho muito legal – voluntário e gratuito -, de recebimento de doações de cabelos (de todo o Brasil) e a confecção de perucas. Para cada um delas, são necessárias de oito a dez mechas de cabelo, que precisam ter, no mínimo, 20 cm de comprimento.

E é muito fácil ajudar! Veja o passo-a-passo da doação abaixo:

  1. Aceita-se qualquer tipo de cabelo, de qualquer cor, inclusive grisalhos. Pode ter química, ser liso ou crespo!
  2. O cabelo deve ter, NO MÍNIMO, 20 cm de comprimento, medido a partir do elástico.
  3. Diga ao cabeleireiro que você está cortando para doar. O cabelo deverá ser preso bem firme com elástico. O corte deverá ser feito com o cabelo SECO. Evite enviar o cabelo molhado pois corre o risco de estragar e não poderá utilizar.
  4. Se quiser, você pode tirar uma foto segurando o cabelo cortado e postar NAS SUAS REDES SOCIAIS usando as hashtags: #rapunzelsolidaria #doeseucabelo #cabelocresce #doarfazbem #gratidao #perucasdobem #perucasdeamor
  5. Coloque o cabelo cortado bem amarrado no elástico em uma sacola/saquinho e depois em uma caixa ou envelope para o envio.
  6. O endereço para o envio pelos correios é: Caixa Postal 57007 – CEP: 04089-972 – São Paulo – SP
  7. Depois é só preencher o cadastro online, sem esquecer de colocar o código do correio, para que a confirmação do recebimento de sua doação possa ser feita.

Para quem mora na capital paulista, a entrega das mechas de cabelos pode ser feita pessoalmente. Confira os endereços neste link.

Fotos: Assessoria de Comunicação HSVP/Caroline Silvestro

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Um comentário em “Calouros de medicina cortam e doam cabelo em trote solidário em hospital de câncer infantil

  • 10 de março de 2019 em 7:11 PM
    Permalink

    Todos os que transformam lágrimas de tristeza em lagrimas de felicidade são parceiros de Deus
    executando os milagres Dele, em nome da compaixão e do amor, benditos sejam.

    Resposta

Deixe uma resposta