PUBLICIDADE

Califórnia processa na justiça petrolíferas para que paguem bilhões em prejuízos com a crise climática

Califórnia processa na justiça petrolíferas para que paguem bilhões em prejuízos com a crise climática

A Califórnia é um dos lugares nos Estados Unidos onde os efeitos da crise climática é mais evidente. Ano ano o estado enfrenta uma temporada de incêndios florestais mais intensa, longa e devastadora.

Um estudo com dados do Federal Emergency Management Agency (FEMA), agência federal que administra desastres naturais no país, revela que a extensão dos incêndios mais que triplicou entre 1970 e 2010 na Califórnia. E as previsões de especialistas revelam que, até 2050, a duração da estação do fogo deve ganhar 24 dias a mais.

Cientistas do clima não têm medo em afirmar que a tragédia é mais um dos efeitos do aquecimento global, que torna os extremos climáticos (secas, incêndios, furacões e tempestades) mais fortes e frequentes.

Nos últimos anos, o governo já teve bilhões de dólares de prejuízos. Em 2021, 14 mil bombeiros precisaram trabalhar para controlar 17 diferentes focos incêndios. Agora o estado quer que alguns dos principais responsáveis por isso paguem o que devem: as empresas petrolíferas.

Por isso, a Califórnia entrou com um processo na justiça contra cinco companhias, ExxonMobil, Shell, Chevron, ConocoPhillips e BP, assim como o American Petroleum Institute, entidade que representa as empresas do setor.

Na ação em nome da população da Califórnia, o governo acusa essas corporações de saberem há décadas que estavam contribuindo para o agravamento da crise climática e mesmo assim negarem e enganarem a sociedade.

“Elas sabiam há 50, 60, 70 anos que os combustíveis fósseis que vendiam criavam as alterações climáticas. Elas previram com uma certeza assustadora onde estaríamos hoje, com eventos climáticos extremos, com secas cada vez piores, temperaturas cada vez mais quentes e chuvas cada vez mais fortes”, denunciou Rob Bonta, procurador geral da Califórnia. “Seus memorandos internos, seus estudos encomendados pela indústria, seus discursos internos entre si, todos diziam isso. E elas financiaram grupos de frente, com grandes nomes de apoio ao clima, como a Global Climate Coalition, para minar a ciência climática que sabiam ser imprecisa, já que conheciam a verdade real”.

Outros sete estados americanos também entraram com ações contra petrolíferas.

*Com informações dos sites PBS News Hour e The New York Times

Leia também:
Incêndios voltam a ameaçar sequoias gigantes da Califórnia, consideradas as maiores árvores do planeta
“Se você não acredita em mudança climática, venha para a Califórnia”, diz governador do estado sobre incêndios devastadores
Fumaça de incêndios da Califórnia atravessa país e chega a Nova York

Foto de abertura: CAL Fire Official/Fotos Públicas

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE