PUBLICIDADE

Caetano Veloso entrega carta ao Papa pedindo orações pelo Brasil

Caetano Veloso entrega carta ao Papa Francisco pedindo orações pelo Brasil

*Texto atualizado em 29/09/23 para incluir mais informações sobre a carta entregue por Caetano Veloso ao Papa Francisco.

Em turnê pela Europa, o cantor e compositor Caetano Veloso aproveitou a viagem e conseguiu agendar uma audiência com o Papa Francisco. O encontrou aconteceu nesta quinta-feira (28/09) no Vaticano, em Roma.

O artista compartilhou diversas fotos do momento em suas redes sociais, quando recebeu a benção de Francisco. Ele aproveitou para entregar uma carta ao Santo Padre pedindo que ele volte seu olhar para o Brasil e ore pelo país e sua população, diante da “situação de agravamento da violência” em diversas cidades do país.

Caetano é nascido em Santo Amaro, na Bahia. A capital do estado e outros municípios próximos são palco atualmente de uma onda gravíssima de confrontos, entre a polícia e traficantes. Nas últimas semanas, quase 60 pessoas já morreram em Salvador, vítimas desses conflitos.

Segundo um levantamento da Anistia Internacional, já são 86 mortes em operações policiais no período de dois meses. A organização divulgou ontem (27/09) uma nota criticando o governo da Bahia pelas fatalidades e afirmou que “o combate às drogas e ao crime organizado não podem ser usados como justificativas para graves violações de direitos humanos por parte do Estado”.

Já no Rio de Janeiro, onde Caetano Veloso mora, há anos os moradores de favelas e comunidades também convivem diariamente com tiroteios, que deixam centenas de vítimas inocentes. Na quarta, criminosos entraram num ônibus e fizeram um arrastão, levando pertences de passageiros e antes de sair, jogaram uma bomba caseira, que explodiu e deixou três feridos.

“Santo Padre, onde moro, na cidade do Rio de Janeiro, a violência atingiu índices iguais aos das grandes guerras pelo mundo. E o pior: vitimando cada vez mais crianças. A lista de meninos e meninas mortos por armas de fogo na Região Metropolitana do Rio assombra. Só este ano, 10 crianças morreram dessa forma”, diz em um trecho da carta para na sequência citar cada um”, diz um trecho da carta de Caetano.

No texto, o cantor citou o nome de dez crianças que foram vítimas da violência no Rio: Juan Davi de Souza Faria, 11 anos; Rafaelly da Rocha Vieira, 10 anos; Maria Eduarda Carvalho Martins, 9 anos; Ester de Assis Oliveira, 9 anos; Jhenyfer Luz Silva de Souza, 12 anos; Lohan Samuel Nunes Dutra, 11 anos; Yan Gabriel Marques, 12 anos; Dijalma de Azevedo, 11 anos; Thiago Menezes Flausino, 13 anos.

Série de homenagens a Caetano Veloso na Europa

Caetano fez 81 anos agora em 2023. É considerado um dos maiores músicos brasileiros. Cantor, músico, produtor, arranjador e escritor, é um dos pais do Tropicalismo. Ao longo de sua carreira, recebeu inúmeros prêmios nacionais e internacionais.

Nos palcos e fora deles, é um ativista político e ambiental. Por isso mesmo, sua importância para o Brasil é reconhecida mundialmente. Na Europa o artista acaba de ser homenageado duas vezes. Recebeu a Medalha do Mérito Cultural do governo de Portugal e o título de Doutor Honoris Causa, na Espanha, proposto pela Universidad de Salamanca.

Registro do encontro de muitos sorrisos entre Caetano e o papa
(Foto: Vatican Media)

Leia também:
“O Brasil tem alma, o Brasil tem gente, o Brasil resiste!”, diz Caetano Veloso no maior ato pelo meio ambiente realizado em Brasília
Para celebrar o meio ambiente, Caetano Veloso lança coletânea online com músicas gravadas em show dedicado à natureza
Movimento contra agrotóxicos ganha adesão de Caetano Veloso

Foto de abertura: Vatican Media

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE