PUBLICIDADE

Brasil bate recorde na produção de energia renovável: maior índice dos últimos dez anos

Brasil bate recorde na produção de energia renovável: maior índice dos últimos dez anos

94% de toda a energia elétrica produzida no Brasil nos primeiros meses deste ano foi gerada a partir de fontes renováveis. O marco de quase 70 mil megawatts é um recorde e indica o maior índice da última década.

A produção de energia a partir de usinas hidrelétricas ainda representa o principal percentual desse volume: 77%. Todavia, ano a ano, outras fontes renováveis vem aumentando sua fatia. Nesses primeiros três meses de 2023, a participação das plantas eólicas chegou a 12%, o setor solar (3%) e biomassa (2%).

“Estamos chegando ao final do período úmido com níveis confortáveis nos reservatórios de água do país e com boa representatividade das fontes alternativas, que ajudam a complementar a oferta de energia. Será um ano sustentável, no que diz respeito aos ganhos para o meio ambiente, e muito mais confortável do ponto de vista segurança no fornecimento para a população”, avalia Rui Altieri, presidente da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), responsável pelo levantamento. 

Ainda segundo a entidade, com esse resultado na geração hídrica, o Brasil exportou 1.445 MW médios para a Argentina e Uruguai no primeiro trimestre, volume recorde na história das negociações de energia com os países vizinhos.

O crescimento da energia solar

Nesta sexta-feira, a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) também divulgou novas e boas notícias sobre o setor de renováveis no Brasil.

Nosso país acaba de ultrapassar a marca de 29 gigawatts (GW) de potência instalada da fonte solar fotovoltaica, somando as usinas de grande porte e os sistemas de geração própria de energia em telhados, fachadas e pequenos terrenos, o equivalente a 13,1 % da matriz elétrica.

Ainda segundo a Absolar, desde julho do ano passado, a fonte solar tem crescido, em média, 1 GW por mês, o que fomenta o importante mercado da chamada “economia verde”. Desde 2012 foram feitos investimentos de quase R$ 145 bilhões nesse segmento e criados 870 mil postos de trabalho.

“O crescimento da fonte solar fortalece a sustentabilidade e pode acelerar anda mais a atração de investimentos, a geração de empregos e renda, a diversificação da matriz elétrica e a liderança internacional do Brasil”, afirma Rodrigo Sauaia, CEO da Absolar.

Brasil bate recorde na produção de energia renovável: maior índice dos últimos dez anos

Produção de energia solar a partir de painéis fotovoltaicos no Rio de Janeiro
(Foto: divulgação Absolar)

Leia também:
Estações-tubo de ônibus de Curitiba ganharão painéis flexíveis para produção de energia solar
São Paulo terá primeira usina de geração de energia elétrica a partir de lixo residencial
Governo do Rio aprova instalação de quatro termelétricas flutuantes na Baía de Sepetiba, sem estudo de impacto ambiental, denunciam especialistas

Foto de abertura: Maristela Leão/Creative Commons/Flickr (usina eólica no Ceará)

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE