‘Bancada pelo Planeta’ é lançada por parlamentares na COP28, sob liderança de Célia Xakriabá

'Bancada pelo Planeta' é lançada por parlamentares na COP28, sob liderança de Célia Xakriabá

Iniciativa da deputada federal https://www.instagram.com/celia.xakriaba/Célia Xakriabá (MG/PSOL), a nova Bancada Internacional pelo Planeta é uma rede de parlamentares de diversas partes do mundo que defendem pautas socioambientais e, agora, se unem para elaborar ações afirmativas para florestas e biomas e de combate aos impactos da crise climática.

Esta mobilização integra os planos das frentes parlamentares mistas em Defesa dos Direitos Indígenas do Brasil, coordenada por Célia, e Ambientalista, coordenada por Nilto Tato (SP/PT). 

O intuito é fazer um apelo global para a preservação ambiental e mobilizar o mundo para a proteção das florestas e de seus povos, reconhecendo a importância vital desse ecossistema.

Também fortalecer políticas de proteção ao clima em parlamentos mundiais para garantir avanços em pautas relacionadas à proteção da biodiversidade e à inclusão dos povos indígenas e de comunidades tradicionais no centro dos debates.

O lançamento aconteceu ontem, 3/12, na COP28 – Conferência sobre Mudanças Climáticas da ONU, em Dubai, com a adesão de 24 membros, sendo quatro estrangeiros. A meta é chegar a 200 até a COP30, que será realizada em 2025, no Brasil.

“Este é um chamado, um convite para cuidar não só da Amazônia, mas de toda a biodiversidade existente da Terra. Queremos reunir parlamentares que têm compromisso com o planeta e chegar à conferência de Belém com força”, declarou a deputada indígena.

“Nesse compromisso é a defesa da emergência climática. Entendemos que ela não é algo do futuro, é do presente. Com esta bancada discutiremos a campanha Pare a Guerra Contra as Águas, iniciativa que diz que, para avançar nos direitos humanos, precisamos avançarmos também nos direitos da natureza”, acrescentou.

“Com essa bancada, iremos discutir financiamento e a importância de cada parlamentar participar da COP. Que venha, mas volte e vote de maneira responsável no Congresso Nacional em relação às questões ambientais, como por exemplo o PL do Veneno. Não se pode ter um projeto que seja pensado pra matar nossas vidas”, finalizou.

Kathrin Henneberger, do Partido Verde alemão, é a única parlamentar do país a aderir à Bancada do Planeta, e integra a Comissão de Proteção Climática e Energia do Bundestag, sendo forte opositora ao uso de combustíveis fósseis, como o carvão.

Ao site DW, declarou que vai disseminar a nova rede no parlamento e convidar colegas a participar. 

“Aqui está um enorme potencial para que nós, parlamentares do mundo todo, nos conectemos e possamos, conjuntamente, pressionar nossos governos e corporações globais da área de energia”, disse ela, que lembrou que já existe um trabalho de cooperação entre políticos alemães e brasileiros em temas como o marco temporal e a exploração de petróleo na Amazônia.

“Tudo isso, de alguma forma, se relaciona com nosso consumo na Europa. As plantações de soja e outros cultivos que avançam sobre a Amazônia são também para abastecer este mercado. E sobre isso precisamos falar na Europa”, salientou.

Já Juan Carlos Lousada, parlamentar colombiano e membro do Observatório Parlamentar das Mudanças Climáticas (OPCC, na sigla em espanhol), disse: “Nós admiramos o Lula, mas temos que fazê-lo entender que apoiar o petróleo é acabar com o futuro da humanidade. Ele tem que, pelo menos, garantir que não haverá exploração de petróleo na Amazônia”.

E previu: “Até a COP30 vamos fazer uma mobilização muito grande. Se Lula não mudar de ideia, será feita grande pressão internacional sobre ele”.

Além de Henneberger e Lousada, há mais dois deputados estrangeiros na Bancada do Planeta – Raoul Manuel, das Filipinas, e Martina Casas, do Uruguai -, que aderiram durante o lançamento, na COP28.

Veja, a seguir, a lista completa dos parlamentares brasileiros: 

– Deputada Federal Célia Xakriabá
– Deputado Federal Túlio Gadelha
– Deputada Federal Flávia Morais
– Deputado Federal Amom Mandel
– Deputada Federal Camila Jara
– Deputado Federal Nilto Tatto
– Deputada Federal Duda Salabert
– Deputada Federal Socorro Neri
– Deputado Federal Guilherme Boulos
– Deputado Federal Airton Faleiro
– Deputada Federal Elcione Barbalho
– Deputado Federal Marcon
– Deputada Federal Fernanda Menchiona
– Deputada Federal Carol Dartora
– Deputado Estadual Matheus Gomes
– Senador Federal Alessandro Vieira
– Senadora Federal Leila Barros
– Senadora Federal Eliziane Gama
– Senadora Federal Augusta Brito
– Senadora Federal Leila Barros

A seguir, assista à declaração de Célia Xakriabá no dia do lançamento na COP28:

Foto (destaque): Mídia Ninja

Leia também (sobre a COP):
– Colômbia se junta a países que pedem um acordo pelo fim dos combustíveis fósseis
– Manifestantes protestam na COP28 contra exploração de petróleo na Amazônia
– Brasil apresenta na COP28 proposta de criação de um fundo global para a proteção das florestas
– Papa Francisco envia carta ao presidente Lula na COP28, em Dubai
– COP28 começa com aprovação de fundo climático de perdas e danos para países vulneráveis
– Mais de US$ 2 trilhões gastos com armas ‘poderiam ter sido investidos no combate à fome e às mudanças climáticas”, diz Lula na COP28
– “O planeta não nos pertence, nós pertencemos ao planeta”, alerta Charles na COP28
– “Não poderia falar da floresta se tenho, em meu governo, uma pessoa que nasceu na floresta”, declarou Lula ao passar a palavra para Marina na COP28

Deixe uma resposta

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.