PUBLICIDADE

Baleias jubarte e golfinhos dão show no litoral norte de São Paulo

Baleias jubarte e golfinhos dão show no litoral norte de São Paulo

Os últimos dias têm sido de êxtase para turistas e pesquisadores do Projeto Baleia à Vista no litoral norte de São Paulo. Estamos no pico da temporada de observação das baleias jubarte (Megaptera novaeangliae) na costa brasileira. E desde a semana passada elas têm dado um show na região de Ilhabela e São Sebastião.

Para os pesquisadores, o número de baleias observadas recentemente ali é um recorde.

“Pessoal, hoje, 24 de junho de 2024, é um dia histórico porque há 20 anos estamos navegando aqui pela região, fazendo o registro de baleias e golfinhos, e nunca tínhamos visto um número de jubartes tão grande”, relatou Julio Cardoso, cofundador do Baleia à Vista.

PUBLICIDADE

Segundo ele, foi estimada a presença de 70 jubartes, acompanhadas de um grupo de centenas e centenas de golfinhos-nariz-de-garrafa (Tursiops truncatus).

Os vídeos feitos por drones das baleias e golfinhos são impressionantes. As imagens abaixo são de autoria de Marcos Cará e a Maremar Passeios Ilhabela:

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

A post shared by Maremar Passeios Ilhabela (@maremarilhabela)

Aumento do número de baleias jubartes

Em 2022, o censo realizado pelo Projeto Baleia Jubarte registrou um número recorde de indivíduos no litoral do Brasil, cerca de 25 mil. A marca foi celebrada por pesquisadores, já que em 2003, quando foi feito um dos primeiros levantamentos, eram pouco mais de 3.600 baleias (leia mais aqui).

Todos os anos, entre os meses de julho e novembro, as jubartes podem ser vistas em águas brasileiras. Elas chegam ao país, vindas da Antártica, para se reproduzir em temperaturas mais quentes. O Parque Nacional Marinho dos Abrolhos, no sul da Bahia, é considerado o berçário da espécie no Oceano Atlântico Sul Ocidental.

O aumento da espécie observado nos últimos anos é uma recuperação gradual e deve-se, sobretudo, à moratória da caça comercial, estabelecida pela Comissão Baleeira Internacional (IWC), em 1986. Pouco a pouco, as baleias voltaram a explorar, em maior quantidade, locais onde eram avistadas no passado.

A jubarte pode ser encontrada em todos os oceanos do planeta. Chega a pesar até 40 toneladas. Esse cetáceo gigante consegue dar saltos em que seu corpo sai quase que por completo para fora da água. Suas imensas nadadeiras peitorais podem medir até 1/3 de seu comprimento, algo em torno de 16 metros.

————————

Acompanhe o Conexão Planeta também em nosso canal no WhatsApp. Acesse este link, inscreva-se, ative o sininho e receba as novidades direto no celular

Leia também: 
No mesmo dia, baleias jubarte, franca e bryde são avistadas com filhotes no litoral norte de São Paulo
Pela primeira vez no mundo é fotografado o acasalamento entre jubartes
Cientistas conseguem “conversar” pela primeira vez com uma baleia jubarte

Foto de abertura: reprodução vídeo Maremar Passeios Ilhabela / Marcos Cará

Comentários
guest

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Wilson Roberto de castro morales
Wilson Roberto de castro morales
19 dias atrás

E maravilhoso a natureza esses animais são fantásticos e pena que os umanos sempre danifica a natureza , pressiza ser controlado para o crescimento desses animais

Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE