PUBLICIDADE

Ativistas dos direitos dos animais roubam três ovelhas do Rei Charles III e se entregam à polícia

Ativistas dos direitos dos animais roubam três ovelhas do Rei Charles I e se entregam à polícia

Rei Charles III é muito respeitado no mundo por defender o meio ambiente e a agricultura sustentável. Na visita do presidente Lula a Londres – para participar de sua cerimônia de coroação – uma das primeiras coisas que o monarca lhe disse foi para proteger a Amazônia.

Mas, esse apreço pela natureza não impede que o rei seja alvo de ativistas protetores dos animais. Afinal, ele cria animais em sua Appleton Farm, em West Newton, Norfolk, no estado de Sandringham, para abate.

Foi assim na última quarta-feira, 24/5, três jovens do grupo Animal Rising entraram em sua fazenda e tiraram três cordeiros que, segundo elas, estavam sendo preparados para o abate. Elas tentaram levar a mãe deles também, mas desistiram porque a tentativa poderia prejudicar o sucesso da missão.

Ativistas dos direitos dos animais roubam três ovelhas do Rei Charles I e se entregam à polícia
Elas capturaram os cordeiros, um a um, na fazenda do Rei Charles III / Foto: Animal Rising/divulgação

Depois de ‘libertarem’ os filhotes – batizados por elas como Sammy, Sunny e Sooty – e os levarem para um “local seguro, onde viverão o resto de suas vidas em paz”, Sarah Foy, 23 anos, Rosa Sharkey, 23, e Rose Patterson, 33, viajaram mais de 233 quilômetros de carro – de Sandringham ao Castelo de Windsor – para se entregarem à Polícia do Vale do Tâmisa. 

A viagem fez parte do plano para obter o máximo de repercussão possível para sua façanha e sua mensagem. Em frente ao castelo, as ativistas experientes em protestos de impacto exibiram cartazes que diziam “Eu salvei a ovelha do rei” e posaram para fotos. 

Ativistas dos direitos dos animais roubam três ovelhas do Rei Charles I e se entregam à polícia
Após o “resgate”, Sarah Foy, Rosa Sharkey e Rose Patterson viajaram de Sandringham ao Castelo de Windsor para chamar a atenção para a ação e se entregar à policia / Foto: Animal Rising/divulgação

Suspeita de roubo e custódia

A princípio, a ação das jovens foi frustrada porque os oficiais da residência real se recusaram a prendê-las. Eles alegaram que, primeiro, precisariam conversar com a Polícia de Norfolk, pois esse não era um assunto de sua jurisdição. 

Mas, logo em seguida, elas conseguiram seu intento: foram presas em uma delegacia de polícia em Slough por suspeita de roubo.

Vale destacar que, em todos os casos de resgates de animais realizados pela Rising Animal, os ativistas se entregam à polícia. A organização explica: “Isso é feito para que cada um seja totalmente responsável por suas ações. Por que? Porque resgatar animais é a coisa certa a se fazer. Portanto, eles não têm nada a esconder e acreditam que um júri de pessoas comuns agirá do lado do cuidado e da liberdade”.

À imprensa porta-voz da polícia do Vale do Tâmisa declarou que “a polícia de Norfolk está investigando relatos de que três cordeiros foram roubados de uma fazenda em West Newton, Norfolk”. E completaram: “Três mulheres com idades entre 20 e 30 anos compareceram voluntariamente a uma delegacia de polícia em Slough e foram presas por suspeita de roubo. Eles permanecem sob custódia”.

Uma campanha liderada por Charles?

Antes da prisão e enquanto as jovens exibiam os cartazes, Sarah Foy disse: “Como qualquer pessoa, os animais querem viver suas vidas com segurança e sem serem usados ou explorados. Mas, infelizmente, esse não é o caso em Sandringham ou em qualquer lugar onde são usados em nosso sistema alimentar. Exatamente por isso que resgatamos três ovelhas hoje – três lindos cordeiros que agora viverão suas vidas ao máximo”. 

Para as ativistas e a organização, é urgente promover um debate sobre a relação dos humanos com outros animais e a natureza no país, e a família real pode liderar essa campanha, afinal, “possui terras com o dobro do tamanho da Grande Londres!”. 

Foy completou: “Seria uma declaração incrível se eles se comprometessem totalmente com a transição para um sistema alimentar seguro e baseado em vegetais, além de um programa de reflorestamento”. E ainda destacou a questão das mudanças climáticas: “Consertar nossa conexão com os animais é vital para enfrentar as crises do clima e da natureza”.

Abaixo-assinado

Em seu perfil no Instagram, a Animal Rising contou sobre a “bravura e compaixão” das três jovens para com os filhotes que, a partir de agora “poderão viver suas vidas livremente, em um espaço seguro onde não sejam vistos como objetos ou produtos, mas como os pequenos indivíduos sencientes, emocionais e adoráveis que são”.

E explicou que “ao resgatar as ovelhas, Rose, Sarah e Rosa esperam não apenas dar a Sammy, Sunny e Sooty uma chance de uma vida real, mas também provocar uma conversa: se nós amamos os animais, então por que iríamos querer machucá-los dessa maneira?”.

No dia da captura dos cordeirinhos, a organização lançou abaixo-assinado que, até agora (15h03), angariou apenas 488 assinaturas. Ele é uma peça importante na defesa dos ativistas.

“Consertar esse relacionamento e trabalhar para adaptar nosso sistema alimentar não apenas nos libertará dos grilhões morais e ecológicos da pecuária, mas também nos permitirá restaurar a natureza e prevenir os piores efeitos da crise climática”, declara na página. 

Segundo o jornal Independent, a notícia sobre a façanha das integrantes da Animal Rising se disseminou logo depois que a ONG Extinction Rebellion prometeu protestar no Epsom Derby (corrida de cavalos do Grupo 1 na Inglaterra, aberta a potros e potras de três anos, que acontece todos os anos, na primeira semana de junho) de forma mais contundente do que fez em abril, no Grand National.

A corrida de cavalos thoroughbred com obstáculos – que ocorre desde o século XIX em Aintree na Inglaterra – atrasou 14 minutos porque vários manifestantes tentaram se colar nas cercas do percurso. Cerca de 100 pessoas foram presas.

_______________

Fontes: Instagram Animal Rising, The Telegraph, IndependentI

Foto (destaque): Animal Rising/divulgação

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE