As atrizes Malu Rodrigues e Letícia Salles participam da expedição ‘Jornada Um Dia no Parque’ em prol da conservação do Pantanal

As atrizes Malu Rodrigues e Letícia Salles participam da expedição 'Jornada Um Dia no Parque' em prol da conservação do Pantanal

A convite do Instituto SOS Pantanal e da Rede Pró UC, de 20 a 25 de julho as atrizes Malu Rodrigues e Letícia Salles (que interpretaram as personagens Irma e Filó na primeira fase da novela ‘Pantanal’) participarão de uma ação muito bacana em prol da conservação do bioma.

Inspirada no movimento Um Dia no Parquea maior mobilização de conservação ambiental do país que, este ano, acontece em 24 de julho -, a Jornada Um Dia no Parque terá atividades e vivências que definem bem a dimensão do papel das unidades de conservação na preservação da biodiversidade brasileira.

As atrizes e as equipes do SOS Pantanal e da iniciativa Um Dia no Parque terão a oportunidade de passear e aprofundar conhecimentos em três modelos de unidades de conservação da maior planície alagável do mundo, que atuam na preservação e no equilíbrio do ecossistema:

– o Parque Nacional do Pantanal Matogrossense, onde os integrantes da expedição entregarão EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) de combate a incêndios florestais para a equipe da UC;

Foto: Gustavo Figuerõa/SOS Pantanal

– a RPPN Acurizal (Reserva Particular do Patrimônio Natural), na Serra do Amolar, mantida pela Fundação Ecotrópica, e onde o Instituto Homem Pantaneiro realiza pesquisas cientificas e atividades sustentáveis como o ecoturismo local;

Foto: Gustavo Figuerõa/SOS Pantanal

– e, por último, o Parque Estadual do Encontro das Águas, onde em 24 de julho, celebrarão o UM DIA NO PARQUE participando de incrível tour de observação de onças-pintadas, o maior felino das Américas, que é um dos símbolos da fauna local e ‘faz parte do elenco’ da novela ‘Pantanal’.

Foto: Gustavo Figuerõa/SOS Pantanal

A (des)proteção do bioma

O fortalecimento e a expansão das unidades de conservação são primordiais para a proteção dos biomas do Brasil, destaca o biólogo e diretor de Comunicação e Engajamento do SOS Pantanal, Gustavo de Carvalho Figueirôa.

“É importantíssimo a gente estimular a sua criação e a destinação de recursos para que essas unidades tenham capacidade e autonomia para se autogerirem. Por meio de imagens de satélites, observamos que as áreas que abrigam unidades de conservação e têm leis de proteção correm menos risco de serem desmatadas”.

A legislação ambiental é imprescindível para garantir a regulação das economias no entorno do bioma que garantem a prática do desenvolvimento sustentável.

65% do Pantanal está no Mato Grosso do Sul (MS) e o estado não tem uma lei de proteção para o bioma, como acontece no Mato Grosso (MT), por isso o plantio de soja tem avançado muito por lá. Aliás, esta é uma das lutas do Instituto SOS Pantanal: que o MS adote uma lei de proteção ambiental e siga o mesmo caminho do MT (veja a campanha divulgada pela organização em seu Instagram).

“Só defendemos e amamos o que conhecemos”

Por sua vez, Angela Kuczach, diretora-executiva da Rede Pró UC, chama a atenção para a importância de aproximar as pessoas da natureza e destaca a iniciativa Um Dia no Parque, idealizada por ela.

“No Brasil, temos mais de 2.500 Unidades de Conservação que, infelizmente, são pouco conhecidas da população. Por outro lado, dependemos dessas áreas para sobreviver: para o fornecimento de água e outros serviços ambientais. Por isso, é fundamental que a sociedade entenda e conheça o valor dessas áreas. E a melhor forma de fazer isso é conhecendo”.

E finaliza: “Um dia no Parque serve para que todos conheçam e desfrutem das nossas áreas protegidas. Só defendemos o que amamos, só amamos o que conhecemos”.

Para saber mais sobre a ação, consulte seu site, pesquise e encontre, por meio de um mapa interativo, a(s) unidade(s) de conservação. mais próxima(s) de sua casa e participe deste movimento em 24 de julho. Pra acompanhar a programação da atividades de Um Dia no Parque, é só nas redes sociais: Instagram. 

A expedição, em tempo real

Enquanto se deliciam com a jornada ao Pantanal, durante os cinco dias Malu e Letícia irão registrar experiências e impressões vividas nas unidades de conservação e compartilhá-las, em tempo real, em suas redes sociais, reforçando a importância de preservação do bioma.

E você ainda poderá acompanhar alguns dos principais momentos dessa expedição nas redes do Instituto SOS Pantanal (Instagram, Facebook e Twitter), da Rede Pró-UC (Instagram, Facebook e Twitter) e do movimento Um Dia no Parque (Instagram).
__________________

Foto (destaque): montagem com foto de Gustavo Figuerôa/SOS Pantanal (Xingu, onça-pintada macho que vive no Parque Estadual Encontro das Águas) e retratos de divulgação da Globo

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.