Após declarados extintos há mais de 70 anos, guepardos vindo da África serão reintroduzidos em florestas da Índia

Após declarados extintos há mais de 70 anos, guepardos vindo da África serão reintroduzidos em florestas da Índia

guepardo (Acinonyx jubatus) é o mamífero terrestre mais rápido da natureza. Pode atingir uma velocidade de 110 km/hora em apenas três segundos. Apesar de sua agilidade sem igual no mundo animal, ele corre risco de desaparecer do planeta.

No passado, os guepardos eram avistados na África e também costumavam vagar pela Península Arábica e pela Índia central. No entanto, sua população foi reduzida na maior parte do continente africano e agora podem ser encontrados habitando apenas 10% de sua área histórica. Atualmente estima-se que restem apenas 7 mil deles na vida selvagem.

Para tentar reverter essa situação, um esforço binacional vai tentar trazer de volta o guepardo para as florestas da Índia. Pela primeira vez desde 1952, em mais de 70 anos, esses animais poderão ser observados novamente no Parque Nacional de Kuno-Palpur, no estado de Madhya Pradesh. Serão reintroduzidos ali oito indivíduos trazidos da Namíbia.

“A reintrodução do guepardo na Índia tem um objetivo maior de restabelecer a função ecológica nas pastagens indianas que foi perdida devido à extinção da espécie asiática. Isso está em conformidade com as diretrizes da IUCN [União Internacional para a Conservação da Natureza] sobre translocações de conservação”, ressaltou o ministro do Meio Ambiente Bhupender Yadav.

Após declarados extintos há mais de 70 anos, guepardos vindo da África serão reintroduzidos em florestas da Índia

Em apenas 3 segundos, um guepardo atinge mais de 100 km/h

Os guepardos

Parentes próximos do gato-mourisco e do puma, os guepardos são mamíferos carnívoros. Existem no mundo cinco subespécies deles conhecidas pela ciência, todas pertencentes ao gênero Acinonyx. Todas elas são classificadas como “vulneráveis” à extinção pela IUCN.

Esses animais caçam uma grande variedade de presas, geralmente espécies de pequeno a médio porte, que incluem gazelas e impalas. Mas quando estão em grupo, os machos se aventuram em presas muito maiores. Além disso, também podem atacar pássaros que vivem no solo e pequenos mamíferos, como lebres.

Diferentemente de outros predadores africanos, os guepardos não consomem restos de carcaças. Consomem a carne rapidamente e as abandonam.

Após declarados extintos há mais de 70 anos, guepardos vindo da África serão reintroduzidos em florestas da Índia

Os guepardos preferem caçar durante o dia

Fonte: WWF-UK

*Com informações do jornal The Guardian

Leia também:
Dois filhotes de guepardo são os primeiros do mundo a nascer através de fertilização in vitro
Guepardo: rumo à extinção

Foto: domínio público/pixabay

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.