PUBLICIDADE

Após 240 anos, nasce na Inglaterra filhote de águia-rabalva na natureza

Após 240 anos, nasce na Inglaterra primeiro filhote de águia-rabalva na natureza

Em 1780 foi a última vez que se fez o registro de um filhote de águia-rabalva (Haliaeetus albicilla) nascido em vida livre na Inglaterra. A espécie, que vive próximo a águas salgadas e se alimenta de peixes e aves aquáticas, foi extinta no país, devido à caça pelos seres humanos.

Maior ave de rapina da Inglaterra – a envergadura de suas asas pode chegar a 2,5 metros -, em 2020, 25 dessas águias foram reintroduzidas na Ilha de Isle, localizada na costa sul do país.

Agora, três anos depois, dois dos indivíduos soltos acabam de gerar um filhote.

“Este é um momento muito especial para todos que trabalharam, apoiaram e acompanharam este projeto inovador. Restaurar uma população reprodutora no sul da Inglaterra, onde a espécie já foi abundante, tem sido nosso objetivo final. Muitos pensavam que era impossível”, celebrou Roy Dennis, fundador da e Roy Dennis Wildlife Foundation, uma das entidades envolvidas na reintrodução. “Ainda é cedo, mas este é um marco muito significativo e a visão dessas enormes águias no céu inspira esperança para restaurar a natureza. Ainda temos um longo caminho a percorrer, mas a sensação de ver a primeira dupla chegar a esta fase é realmente incrível”.

O filhote é um macho, que recebeu uma anilha e recebeu uma marcação pela qual é possível monitorá-lo através de sinais de satélite.

A localização do ninho, em terreno particular, sem acesso público, não será divulgada para garantir o bem-estar e a segurança das aves e caso elas venham a se reproduzir no mesmo lugar.

“Estamos emocionados que este momento tenha acontecido e em um estágio tão inicial do projeto. Com apenas três anos de idade, é notável que o casal tenha se reproduzido com sucesso, com a maioria das águias-rabalva não tentando fazê-lo até os quatro ou cinco anos. A capacidade desse casal de procriar e deixar seus filhotes nessa idade é extremamente encorajadora”, afirma Steve Egerton-Read, responsável pelo projeto da Forestry England.

Após 240 anos, nasce na Inglaterra primeiro filhote de águia-rabalva na natureza

O filhote já com alguns meses e a pelagem com a tradicional cor mais escura
(Foto: divulgação RDWF)

Essa espécie de águia tem entre 70 e 90 cm de comprimento, corpo castanho escuro e a cauda branca, daí o seu nome em inglês, white-tailed eagle.

Leia também:
O árduo e lindo trabalho de pesquisadores brasileiros para proteger a nossa maior ave de rapina, a harpia
Filhote de águia jogado pra fora do ninho sem querer pelo pai é resgatado graças a alerta de internautas atentos em transmissão ao vivo
Após tentar chocar uma pedra, a águia Murphy se torna pai adotivo de filhote órfão
Duas águias macho e uma fêmea formam família e cuidam juntas de seus filhotes

Comentários
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Notícias Relacionadas
Sobre o autor
PUBLICIDADE
Receba notícias por e-mail

Digite seu endereço eletrônico abaixo para receber notificações das novas publicações do Conexão Planeta.

  • PUBLICIDADE

    Mais lidas

    PUBLICIDADE