Angelina Jolie posa cercada por abelhas para divulgar programa da Unesco de incentivo a apicultoras, do qual é madrinha

Angelina Jolie posa cercada por abelhas para divulgar programa da Unesco de incentivo a apicultoras

A atriz e diretora Angelina Jolie é conhecida por seu engajamento em causas humanitárias. Nos últimos 20 anos, tem participado de dezenas de missões promovidas pela ONU em zonas de guerra e campos de refugiados. No cinema, chegou a protagonizar histórias nessa linha também.

Em 2003, criou a Fundação Maddox Jolie-Pitt no Cambodja, dedicada à erradicação da pobreza rural extrema e à conservação da natureza (Maddox é o nome de seu filho adotado nesse país).

Agora, ela está envolvida com a causa das abelhas e tornou-se madrinha do programa Mulheres pelas Abelhas, da UNESCOOrganização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, realizado em parceria com a grife francesa de cosméticos Guerlain, que está investindo US$ 2 milhões.

O projeto tem duração de cinco anos e vai treinar 50 mulheres apicultoras e empreendedoras, que deverão construir 2.500 colméias nativas até 2025, protegendo 125 milhões de abelhas, em 25 reservas ambientais ou Reservas da Biosfera.

Abelhas na Biosfera: a Unesco designa certas áreas protegidas como Reservas da Biosfera,
que concilia a conservação com o uso humano sustentável. Em algumas dessas
reservas, o programa ‘Mulheres pelas Abelhas’ vai treinar apicultoras

Essas reservas serão selecionadas pelo órgão da ONU, até 2022, em países como Bulgária, China, Etiópia, Rússia, Cambodja, Eslovênia, Indonésia e Peru. E o projeto ainda contempla o intercâmbio de conhecimentos e de culturas entre esses países.

No próximo mês, Angelina fará parte de um treinamento de 30 dias sobre apicultura, orientado por especialistas no L’Observatoire Français d’Apidologie (Observatório Francês de Apidologia), para um grupo exclusivo de dez mulheres.

O ensaio foi cercado de cuidados

Angelina Jolie posa cercada por abelhas para divulgar programa da Unesco de incentivo a apicultoras
Abelhas passearam pelo vestido e por seu colo e rosto e voaram à sua volta,
mas Angelina manteve-se tranquila e imóvel, fazendo pouquíssimos movimentos
com o rosto – Reprodução do vídeo

Para contar sobre esse projeto e celebrar o Dia Internacional das Abelhas, em 20 de maio, em parceria com a revista National Geographic, Angelina aceitou posar para um ensaio, no mínimo, desafiador: na companhia de abelhas vivas.

A revista escolheu o fotógrafo Dan Winters para a missão. Apicultor amador há muito tempo, ele deveria fotografar e filmar a atriz “coberta” de abelhas, em estúdio, que é um ambiente controlado, mas diferente do que elas estão habituadas.

“Sou apicultor e minha maior preocupação nesse trabalho foi com a segurança. Filmar durante a pandemia, com uma equipe completa e abelhas vivas, tornaram a execução bastante complexa”, conta ele.

Rapidamente, Winters entendeu que, para obter o resultado desejado, ele precisaria adotar a mesma técnica empregada, há 40 anos (em 1981), pelo fotógrafo americano Richard Avedon, quando produziu o retrato icônico do apicultor Ronald Fisher, da Califórnia, para seu livro The American West.

‘O apicultor’ Ronald Fisher, da Califórnia, em foto de Richard Avedon

Avedon utilizou feromônios para atrair as abelhas para o corpo de Fischer e registrar a bela imagem abaixo. “Contratei Konrad Bouffard, meu amigo e excelente apicultor, que procurou um entomologista para conseguir o feromônio”, diz Winters.

Para o trabalho com Angelina, foram usadas abelhas italianas, que são mais mansas e mantiveram-se calmas durante todo o processo com a ajuda de Konrad e também de um estúdio silencioso e bem escuro.

Angelina Jolie posa cercada por abelhas para divulgar programa da Unesco de incentivo a apicultoras
Além de Angelina, apenas o fotógrafo Dan Winters não usou a roupa de proteção.
Ele é apicultor – Reprodução do vídeo

“Todos no set, exceto Angelina, tiveram que usar roupas de proteção”, acrescenta Winter. “Apliquei o feromônio em alguns lugares do corpo dela, onde queria que elas se juntassem. As abelhas são atraídas pelos feromônios, mas eles também evitam enxames”. 

Além disso, uma placa com várias abelhas foi colocada na frente do quadril de Angelina, que se manteve tranquila por 18 minutos, explorada por abelhas que se movimentavam a maior parte do tempo, e saiu ilesa, sem nenhuma picada.

Como ela conseguiu ficar imóvel?

Angelina Jolie posa cercada por abelhas para divulgar programa da Unesco de incentivo a apicultoras
Esta foi a imagem escolhida e publicada pela National Geographic
Foto: Dan Winters

À repórter da revista, Angelina contou que, para realizar a façanha de posar com abelhas vivas e manter a tranquilidade, sentiu-se conectada com elas.

“Vou soar como meu professor de budismo, mas foi uma sensação amorosa estar conectada com essas criaturas maravilhosas. Tinha um zumbido. Você precisa ficar muito parada, no seu corpo, no momento, o que não é fácil para mim”.

E acrescentou: “Eu acho que parte do pensamento por trás disso era, ‘esta criatura é vista como perigosa, às vezes. Então, como simplesmente convivemos com ela?’. A intenção é compartilhar este planeta. Somos afetados uns pelos outros. É assim que precisava ser a sensação, e realmente foi, e eu me senti muito honrada e sortuda de ter essa experiência”.

Angelina disse ter se sentido inspirada o tempo todo pelas abelhas, indispensáveis para a manutenção de nossos alimentos, mas ameaçadas diariamente por parasitas, pesticidas, perda de habitat e pela crise climática.

E ainda destacou o prazer que sente por integrar a rede global de mulheres que serão treinadas para proteger esses insetos polinizadores tão essenciais à nossa existência.

“Com tanta coisa que nos preocupa em todo o mundo e tantas pessoas se sentindo sobrecarregadas com más notícias, este é um (problema) que podemos administrar”, ressaltou Angelina.

Ela ainda revelou que, durante o ensaio todo, sentiu uma abelha sob o vestido, veja só!

“Uma ficou embaixo do meu vestido o tempo todo. Foi como uma daquelas comédias antigas. Eu fiquei sentindo ela no meu joelho, na minha perna e pensei: ‘Este é o pior lugar para ser picada. Está chegando muito perto’. Ela ficou lá durante todo o tempo do ensaio. Depois que tiraram todas as outras abelhas, levantei minha saia e ela saiu”.

Vale muito ler a reportagem da National Geographic na íntegra, que apresenta uma entrevista deliciosa com Angelina, por escrito e em vídeo. Neste, há imagens durante o ensaio que revelam a tranquilidade da atriz, enquanto as abelhas voavam à sua volta e pousavam nela.

Angelina é linda e muito simpática, então é um prazer ouvi-la. E saber que está envolvida com esta causa tão urgente.

A reportagem é ilustrada por retratos belíssimos de abelhas também realizados por Dan Winters, além de stills de mel e da caixa onde esses insetos vivem, e revela dados atualizados sobre a situação das abelhas no mundo.

As abelhas polinizam tudo!

Foto: Pixabay

De acordo com a FAO – Programa da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, três em cada quatro cultivos considerados importantes para o consumo humano (e mais de 1/3 da terra cultivada no mundo) dependem de polinizadores.

Abelhas polinizam tudo! Não apenas frutas, castanhas ou legumes, mas também a alfafa consumida pelo gado e as plantações que servem à produção de vestimentas ou de medicamentos.

A Federação Americana de Apicultura estima que todos os polinizadores são responsáveis pela geração de mais de US$ 200 bilhões em produção de comida no mundo todo. E que, só as abelhas, geram US$ 20 bilhões para a agricultura dos EUA.

Os seres humanos ainda não acordam para a gravidade de seu desaparecimento, mas é um alento saber de iniciativas como Mulheres pelas Abelhas, da Unesco, com o apoio da Guerlain, empresa que deve estar preocupada com a perenidade de seu negócio, claro.

Foto (destaque): reprodução de vídeo

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Um comentário em “Angelina Jolie posa cercada por abelhas para divulgar programa da Unesco de incentivo a apicultoras, do qual é madrinha

  • 1 de junho de 2021 em 7:16 AM
    Permalink

    Ola bom dia! Me chamo luiz minha esposa cidinha, meu filho fabiano somos amantes da natureza ! Inclusive temos algumas comeias de abelhas em nossa propiedade e queremos espandir!! Abelhas e vida! E refeicao em nossas mesas! Abelhas e tudo por favor nao coloque fogo na natureza.abracos at.

    Resposta

Deixe uma resposta