Abraço Cultural promove cursos intensivos de idiomas com refugiados, em 2016. Inscrições abertas

abraço-cultural-ilana-goldsmid-2
Aprender árabe, espanhol, francês ou inglês e ainda conhecer um pouco da cultura de cada região onde se falam esses idiomas. Parece muito interessante. Se for com refugiados, mais ainda! É o que mostra o projeto Abraço Cultural – Curso com Refugiados, lançado em maio de 2015 pela ONG Atados em parceria com o Adus – Instituto de Reintegração para Refugiados e a Bibliaspa, em São Paulo.

Desde o início, o objetivo do projeto é promover trocas de experiências, geração de renda e a valorização pessoal e cultural das pessoas em situação de refúgio residentes no Brasil. Mas a oportunidade não acontece só para os professores: os alunos que querem aprender ou se aperfeiçoar em uma das línguas oferecidas, vivenciam aspectos culturais e festivos de outros países, além de quebrarem barreiras existentes.

Desde o lançamento, a programação não para de crescer e, para 2016, oferece mais uma novidade: cursos intensivos de férias que contarão com a parceria da SP Escola de Teatro, a Escola da Cidade e a Casa das Trocas.

Eles acontecerão de 11 de janeiro a 5 de fevereiro, às segundas, quartas e quintas, e totalizarão 36 horas/aula. Como em qualquer curso do Abraço, reunirão o aprendizado da língua e a vivência cultural dos refugiados oriundos de países africanos, árabes e latinoamericanos.

No dia 13, uma linda festa celebrará mais essa realização e a cultura dos professores.

OS PRIMEIROS ABRAÇOS
No primeiro curso, em julho, ofereceu 40 vagas. Mas a procura foi enorme: 600 inscrições! Abriram mais 80 vagas, em 12 turmas. Em setembro, foram mais 360 alunos.

Até agora, os cursos reuniram 50 voluntários e ofereceram oportunidades para 28 professores refugiados que possuem formações diversas e de ótimo nível: medicina, engenharia, advocacia, letras…

Além das aulas formais, o aprendizado se dá também pelo compartilhamento de histórias vividas por cada professor, além dos elementos culturais de seus países de origem como arte, história, política, música, cinema, gastronomia e festas típicas.

As inscrições podem ser feitas pelo site do Abraço Cultural. O projeto também tem SAC (Andressa): 95233-5424.

A intenção dos organizadores é replicar os cursos em outras cidades do Brasil e também países.

Assista aos vídeos, abaixo, para conhecer melhor o projeto e ver como foi a primeira festa do Abraço Cultural:

Foto: Divulgação/Ilana Goldsmid

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Deixe uma resposta