A cultura e os costumes dos povos indígenas em nova exposição


Faz mais de 25 anos que o fotógrafo e documentarista Renato Soares viaja para terras indígenas para registrar a cultura, os costumes, a identidade e a resistência dos povos originários. É nas aldeias que ele se sente em casa. Descobriu isso quando foi fazer uma reportagem no Xingu e conheceu Orlando Vilas Boas.

Foi assim que ele descobriu a essência de sua fotografia, que pautaria sua vida a partir dali. E é assim que ele quer passar o restante de sua trajetória. “São mais de 25 anos de mergulho no universo indígena e serão necessários pelo menos mais dez, quem sabe 20 anos, para esquadrinhar e revelar toda a diversidade étnica dos povos originários do Brasil”, diz ele, sempre com alegria.

“Quero mostrar rostos, valorizar culturas, buscar o respeito às identidades, dar visibilidade aos povos originários. Porque quem não é visto corre o risco de ser esquecido!”, salienta.

Ele já mostrou parte da beleza de seu acervo em exposições em São Paulo, Belo Horizonte e na Bahia. Agora, é a vez dos moradores e turistas de Caraguatatuba, no litoral norte de São Paulo, apreciarem 40 imagens dessa riqueza iconográfica, de amolecer corações e mentes.

Assim, a exposição Ameríndios do Brasil abre no dia 20 de abril e fica em cartaz até 9 de junho, no Museu de Arte e Cultura de Caraguatuba, que fica na Praça Cândido Mota, 72, Centro. A entrada é gratuita.

A intenção de Renato Soares é expor nas principais capitais do país e cidades reconhecidas como polos culturais da fotografia. Acompanhe, aqui, pelo Conexão Planeta. E, se tiver interesse em levar este trabalho incrível para sua cidade, entre em contato com ele por e-mail: renato@imagensdobrasil.art.br

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Deixe uma resposta