WWF abre inscrições para bolsa de estudos sobre conservação da natureza

WWF abre inscrições para bolsa de estudos sobre conservação da natureza

Se você trabalha ou atua no meio acadêmico em atividades ligadas à conservação ambiental e deseja estudar mais para se aprofundar no assunto, a organização WWF já está com as inscrições abertas para a Bolsa Prince Bernhard para a Conservação da Natureza 2017.

Criado em 1991, o programa anual, que foi concebido como uma homenagem ao falecido Príncipe Bernhard dos Países Baixos, fundador do WWF e da The 1001: a Nature Trust (financiador do prêmio) busca pessoas vindas de economias emergentes, que queiram continuar seus estudos ou aprimorar sua formação profissional na área de preservação.

Podem concorrer profissionais ou estudantes, que cursam o último ano da universidadeda, da América Latina, Caribe, África, Ásia/Pacífico, Europa Oriental e Oriente Médio. Os candidatos devem fornecer provas escritas de aceitação em um curso e provas escritas que comprovem busca por financiamento de outras fontes. É dada preferência para aqueles que procuram apoio para estudos no próprio país ou região.

O valor máximo para cada bolsa de estudo é 45 mil reais, sendo que a organização irá priorizar valores menores que este. O curso deverá ter duração máxima de um ano. As inscrições para a Bolsa Prince Bernhard podem ser feitas até 06/01/2017 no site do WWF.

O principal objetivo da iniciativa é ajudar profissionais que trabalham nesta área a serem mais eficazes na conservação; apoiar o surgimento de líderes que promovam a preservação da biodiversidade e inspirar a difusão de conhecimento.

Foto: Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Deixe uma resposta