Você também é #DonaDaRua? Então compartilhe sua história!

Você também é #DonaDaRua? Então compartilhe sua história!

“Eu sou a Sissa e sou super Dona da Rua… Quando eu era criança, tinha muiiiita vontade de fazer muitas coisas, mas ninguém achava que eu conseguiria. Cheguei a ouvir de pessoas da minha família que eu era apenas uma gotinha no oceano. Quando cresci, com 18 anos, decidi que queria conhecer o mundo para ajudar o maior número de pessoas possível. Comecei a fazer várias coisas legais, mesmo com medo de errar. E deu certo!… Criei, nas universidades em que estudo, times de estudantes  dedicados a desenvolver o empreendedorismo para jovens”.

O relato acima é de Sissa Lopes Maricaua, de 23 anos, que mora em Manaus. Ela é uma das muitas brasileiras que aceitou o convite da Mauricio de Sousa Produções para participar do projeto #DonasDaRua.

O objetivo da iniciativa é usar não somente as historinhas da Turma da Mônica para passar a mensagem de empoderamento das mulheresdireitos iguais para elas e eles -, mas também abrir um canal online onde mulheres de todo o país (e do mundo) possam deixar registradas suas histórias de superação.

As #DonasDaRua estão em todo lugar, em toda menina, em toda mulher. As meninas fortes de hoje serão as mulheres incríveis de amanhã. Estas são algumas das frases da campanha. O projeto quer encorajar mais e mais meninas e mulheres a serem ouvidas e ganhar voz na sociedade.

A personagem Mônica, criada por Mauricio de Sousa, é uma das figuras escolhidas pela ONU Mulheres no Brasil para representar a campanha #ElesPorElas, um movimento global, criado em 2014, que visa reunir pessoas de todos os sexos, gêneros, raças, etnias e classes sociais em um esforço para garantir direitos iguais para as mulheres e acabar com barreiras sociais e culturais que as limitam e as impedem de ter salários iguais, educação e saúde de qualidade, respeito em suas relações na sociedade (leia mais sobre a iniciativa #ElesPorElas neste outro post).

Este ano, a Mauricio de Sousa Produções também assinou os Princípios de Empoderamento das Mulheres da ONU, um programa da entidade e do Pacto Global, que orienta empresas na promoção da igualdade de gênero no ambiente de trabalho, mercado e comunidade.

Mônica, a #DonaDaRua

Foi em 1963 que a mais famosa personagem do cartunista Mauricio de Sousa apareceu pela primeira vez. Ela fazia parte da tirinha do Cebolinha, no jornal Folha da Manhã, atual Folha de São Paulo. Desde o início, a garotinha dentuça do vestido vermelho mostrava que as meninas tinham seu próprio espaço e não precisavam seguir padrões de beleza para serem “donas da rua”.

Desde 2007, Mônica é embaixadora do Fundo das Nações Unidas pela Infância (Unicef) e defende os direitos das crianças e adolescentes.

A personagem, ao lado de tantas outras, como Tina, Magali, Dorinha, Rosinha e Marina, já inspiraram e ainda hoje, inspiram, muitas meninas de todo o Brasil. Como a Janayna Bianchi Pin, de 27 anos, de Paulinia, em São Paulo, que também compartilhou seu depoimento na página do #DonasDaRua.

“Eu sou a Jana…Ainda novinha entrei num grupo de escoteiros. Quando cresci um pouco, resolvi fazer um curso técnico. Com o dinheiro que juntei no meu estágio, aos 17 anos, fui viajar para Machu Picchu…Logo depois entrei na faculdade de engenharia. Hoje trabalho na coordenação de um time global de uma empresa multinacional, que investiu muito em mim. Sou a única menina do time, mas estamos trabalhando para trazer mais donas da rua para essa turminha”.

E você? Conte sua história ou de alguma mulher que te inspirou!

Leia também:
O que você pode fazer pela igualdade de gênero na infância?
Precisamos falar com os homens? Para acabar com o machismo, pesquisa e documentário revelam que sim!
Todo dia sem machismo
A guerra, o estupro e o machismo
A desconstrução do estereótipo masculino


Imagem: reprodução campanha #DonasDaRua

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta