Vídeo mostra reação (surpreendente) de crianças aos anúncios do mundo da moda

Vídeo mostra reação (surpreendente) de crianças aos anúncios do mundo da moda

Um grupo de estudantes de oito anos de uma escola de Madrid, na Espanha, foi convidado a dar sua opinião sobre anúncios de revistas de moda. A ideia era que os pequenos descrevessem o que viam ali, o que achavam que as imagens mostravam. O resultado do experimento Niños vs Moda, gravado em vídeo pela artista Yolanda Domínguez, é surpreendente e preocupante (além de divertido, é preciso reconhecer). E mais que isso, faz uma crítica inteligente e poderosa ao modo como as grandes marcas usam a publicidade e sobretudo, como tratam de forma diferente homens e mulheres.

Niños vs Moda ganhou o Beazley Designs of the Year 2017, na categoria Moda. A premiação internacional reconhece os projetos de design mais originais e inovadores em seis diferentes categorias: transporte, produto, arquitetura, digital, moda e gráfica.

Adultos podem estar acostumados com as caras e bocas (estranhíssimas) das modelos na publicidade do mundo fashion. Mas o vídeo de Yolanda mostra a sinceridade e confusão das crianças ao se deparar com as cenas bizarras.

Vídeo mostra reação (surpreendente) de crianças aos anúncios do mundo da moda

Sobre uma das fotos, em que uma modelo aparece com os braços em frente ao rosto, um menino diz que ela parece assustada. Outra menina acha que a moça precisa de um kit de primeiros socorros para ser ajudada ou que talvez ela esteja doente ou bêbada.

Em mais um anúncio apresentado aos estudantes, desta vez da marca Balenciaga, uma modelo magérrima aparece com cara de sofrimento. Ao vê-lo, um dos alunos fala que ela deve estar com fome e uma garota acredita que ela está morrendo. Já na campanha da Pepe Jeans (abaixo), a famosa Cara Delevingne aparece dentro de uma lata de lixo. Ao ver a cena, dois meninos questionam: “eles estão jogando ela no lixo, mas por que ela está rindo?”

Por diversas vezes, o que as crianças revelam é que as imagens com as modelos do sexo feminino passam a sensação de solidão e medo.

Mas quando foi mostrado para os pequenos de 8 anos propagandas em que modelos do sexo masculino apareciam, a reação foi completamente diferente. “Eles parecem heróis”, “São agentes do FBI” ou então, “São estudantes universitários”.

Ao final do vídeo, Yolanda Domínguez coloca na tela a pergunta: “São apenas as crianças que percebem a forma violenta como as mulheres são retratadas pela moda?”

Formada em Belas Artes pela Universidad Complutense de Madrid, Yolanda já fez diversos vídeos, em que usa ironia e descontextualização em situações que fazem com que as pessoas sejam estimuladas a ter uma maior consciência social e as incentiva ao empoderamento. A espanhola já fez trabalhos para organizações como Greenpeace, Médicos Sem Fronteiras, Change.org, além de ser colunista do The Huffington Post em seu país, onde escreve sobre imagem e gênero.

Para a artista, o premiado mini-documentário Niños vs Moda revela com há mensagens subliminares na publicidade. “Por que relacionamos estes tipos de imagens com glamour e luxo? Por que ninguém denuncia esta situação? Como estas imagens influenciam nossa educação visual? Por que as marcas apoiam estas mensagens? E o que podemos fazer para mudar isto?”, questiona Yolanda.

Assista abaixo o vídeo Niños vs Moda: 


Fotos: reprodução vídeo Niños vs Moda

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Deixe uma resposta