“Vegano sem frescura”: livro ensina com muito bom humor receitas de pratos saudáveis e saborosos

sanduíche do livro vegano sem frescura

Matt Holloway e Michelle Davis não tem problema nenhum em falar palavrões. E nem seus 730 mil fãs no Facebook se importam com isso. Pelo contrário, foi exatamente o estilo debochado, cheio de gírias (e com muitos palavrões) destes dois americanos que fez com que seu site Thug Kitchen se tornasse um imenso sucesso nos Estados Unidos.

Lançado em agosto de 2012, o blog de Michelle e Matt dá receitas de comidas vegetarianas. Para eles, era importante que os pratos fossem simples, fáceis de preparar e com ingredientes que qualquer pessoa possa encontrar no mercado na esquina de casa. Vegetarianos desde muito cedo, os amigos (na época um casal) com então 30 anos, ficavam muito incomodados com a péssima qualidade da comida industrializada e congelada que a grande maioria das pessoas consome hoje em dia.

Além disso, os irritava a maneira com que muitas estrelas de blogs e programas de televisão sobre alimentação saudável ensinavam suas receitas: com especiarias caras, ingredientes difíceis de serem encontrados, métodos demorados e utensílios demais e muito específicos. “Muita frescura e pouca praticidade, o que pode afastar muita gente da ideia de se alimentar melhor, além de se criar estereótipos e preconceitos nada saudáveis”, afirmam eles.

Mas o grande empurrão para que Thug Kitchen bombasse nas redes veio em 2013, quando a atriz Gwyneth Paltrow (que é vegana e tem um site próprio de receitas) mencionou o Tumblr da dupla em um programa de televisão. Imediatamente, o número de acessos às receitas vegetarianas de Matt e Michelle deu um salto gigantesco. Mais recentemente, foi a vez do chef britânico Jamie Oliver elogiar o trabalho deles.

autores do livro vegano sem frescura

Michelle e Matt, criados do Thug Kitchen e autores do livro “Vegano sem frescura”

Em 2014, os dois lançaram o primeiro livro “Thug Kitchen: Eat Like You Give a F**k”, que há quase dois anos está na lista dos mais vendidos da categoria Food & Diet do jornal New York Times.

Agora o livro está sendo lançado no Brasil pela Editora Alaúde. O título em português é Vegano sem frescura – Comida de verdade em mais de 100 receitas. Nele é possível encontrar as principais receitas e dicas que fizeram do Thug Kitchen um sucesso, como por exemplo, o ravióli cremoso com molho marinara caseiro, a lasanha de cogumelo e espinafre e o fettuccine com creme de couve-flor e ervas frescas.

O Conexão Planeta conversou com os autores do livro e na entrevista abaixo você confere o que eles falaram sobre o Thug Kitchen, alimentação saudável e ainda a receita de um surpreendente sanduíche de feijão preto com maionese picante de coco.

Se você tivesse que explicar a um brasileiro o que é o Thug Kitchen, como faria?
Thug Kitchen é sobre cuidar da pessoa mais importante da sua vida: você mesmo. Você é muito especial para comer lixo o tempo todo. O livro é a nossa resposta para todo o elitismo e pretensão da cultura da alimentação saudável. Chega desse nonsense desnecessário e esse discurso de mer … Só queremos comida saborosa, saudável e preparada em casa.

Desde quando vocês são vegetarianos?
Michelle já é vegetariana há 13 anos e Matt a 4 anos. Com a internet e toda a informação acessível nas redes sobre a produção de alimentos em fazendas, nós dois decidimos que “não, f … isso”. Queremos algo melhor. Ao ser vegetarianos, nos sentimos melhor em relação ao alimento.

Como a comida vegetariana pode ser tornar mais atraente para os não-vegetarianos?
Não perdemos nossas papilas gustativas quando viramos veganos. As pessoas precisam entender que ervas e temperos são naturais, então comida vegana não tem que ser sem sabor e entediante. Cozinheiros de mer … deram à culinária vegana essa reputação.

O leitor brasileiro de Vegano sem Frescura conseguirá encontrar os ingredientes citados no livro no supermercado ou feira perto de casa?
Certamente. Os principais ingredientes do livro são feijão, arroz, massa e verduras básicas. Não dá pra ser mais fácil do que isso.

Qual é a importância do ato de cozinhar ser algo simples, divertido e prazeroso?
Aprendemos a cozinhar usando livros, então sabemos que faz uma p … diferença ter imagens para mostrar o que você está fazendo. Quando você sai da sua zona de conforto e prepara uma receita que acaba não se parecendo em nada com aquela da foto, com certeza você vai desistir de cozinhar. Sucesso vai manter sua bun … na cozinha e encorajar você a tentar novas receitas. É por isso que todas nossas receitas são fáceis e divertidas.

Usar ingredientes frescos e locais virou uma tendência mundial. Por que vocês acreditam que finalmente as pessoas estão tentando se reconectar com a natureza?
Achamos que finalmente as pessoas se deram conta de quão distantes nossas dietas estão de frutas, verduras e outros ingredientes naturais de verdade. Cozinhar com ingredientes saudáveis é a melhor maneira de cuidarmos de nós mesmos.

Vocês acham que se não usassem tantos palavrões e gírias Thug Kitchen teria tido o mesmo enorme sucesso? E qual foi a importância de Gwyneth Paltrow na trajetória do blog?
Não temos ideia, mas achamos que a escolha de usar palavrões faz com que pessoas menos familiarizadas com alimentação nutritiva se sintam mais à vontade ao comprar e usar as receitas do livro. Sobre a Gwyneth Paltrow, quando ela disse que tinha visto e gostado do nosso site na TV, nossa vida mudou rapidamente. Fechamos o negócio para a publicação de um livro e tivemos dois bestsellers no New York Times. Acreditamos no nosso talento, mas temos que reconhecer que se não fosse por ela, talvez ainda estivéssemos lutando. Devemos a ela um drink, ou melhor, sete!

Vocês conhecem a culinária brasileira? Já tentaram algum de nossos ingredientes em suas receitas?
Lógico, 75% da nossa dieta é basicamente “feijão com arroz”.


SANDUBA DE FEIJÃO PRETO COM MAIONESE PICANTE DE COCO

Faça já e perceba na hora o que estava faltando no seu limitado mundinho dos sanduíches (receita para 4 unidades)

Maionese picante de coco

1 xícara de leite de coco
1⁄3 de xícara de seu molho de pimenta favorito
¼ de xícara de azeite de oliva
1 colher (sopa) de chia moída*
1 colher (chá) de suco de limão-siciliano
½ colher (chá) de alho em pó
uma pitada de sal

Feijão-preto cremoso

1 colher (chá) de óleo
1 cebola picada
3 dentes de alho amassados
1 colher (sopa) de pimenta vermelha em pó
¾ de colher (chá) de cominho em pó
3 xícaras de feijão-preto cozido
1½ xícara de caldo de legumes
suco de 1 limão-taiti
sal a gosto

Acompanhamentos

4 pãezinhos crocantes cortados ao meio e tostados
alface
tomate em fatias
cebola roxa em fatias
abacate em fatias

Primeiro, faça a maionese. Coloque todos os ingredientes no liquidificador ou no processador e bata em velocidade alta por cerca de 1 minuto, até incorporar. Prove e veja se quer mais molho de pimenta. Transfira para uma tigela e mantenha na geladeira até a hora de usar. Vai engrossar enquanto resfria, tenha paciência.

Em seguida, prepare o feijão. Aqueça o óleo em uma panela grande, em fogo médio, e refogue a cebola por cerca de 5 minutos, até dourar. Junte o alho, a pimenta em pó e o cominho; frite por 30 segundos. Acrescente o feijão e o caldo, misturando. Espere ferver e diminua o fogo para bem baixo. Com um amassador de batata ou uma colher poderosa, amasse da melhor maneira que conseguir – como se fosse um guacamole mais pedaçudo. Adicione o suco de limão e prove. Se quiser, junte mais sal ou especiarias. Desligue o fogo e monte o sanduíche.

Pegue um pãozinho e besunte com uma porção da maionese picante de coco. Empilhe um montão de feijões na parte de baixo. Por cima, coloque o que quiser: alface, tomate, cebola roxa e um pouco de abacate são escolhas aprovadas, mas seja criativo e tal. Sirva imediatamente com um pouco mais de molho de pimenta.

* É, chia, nunca viu? São sementes ricas em ômega-3 e cheias de fibras. Se não encontrar, use linhaça marrom ou dourada moída, sem drama.

Fotos: divulgação

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Um comentário em ““Vegano sem frescura”: livro ensina com muito bom humor receitas de pratos saudáveis e saborosos

Deixe uma resposta