USP convida estudantes a participar do evento gratuito “Meninas Com Ciência”

USP convida estudantes a participar do evento gratuito “Meninas Com Ciência”

De mulheres cientistas para meninas que sonham. Este é o logo da 2ª edição do “Meninas com Ciência”, iniciativa promovida pela Universidade de São Paulo (USP) para estimular mais estudantes do sexo feminino a se interessam por áreas como biologia, química, oceanografia, pesquisa aplicada e afins, consideradas tradicionalmente mais “masculinas”. No mundo todo, por exemplo, 86% dos engenheiros são homens.

O “Meninas com Ciência” é um evento gratuito que ocorrerá em cinco sábados, entre os meses de outubro e dezembro, e será composto de palestras e aulas práticas com professoras e pesquisadoras do mais diferentes setores científicos (confira o nome das palestrantes aqui).

Para participar dos encontros, as estudantes, de 10 a 14 anos de idade, devem estar cursando entre o 5o e o 9º ano do ensino fundamental, em escolas das redes pública ou participar. Também precisam ter disponibilidade para comparecer aos cinco dias do evento, que serão realizados no Instituto Oceanográfico da USP e tem almoço gratuito incluído na programação.

Confira abaixo os dias e os temas a serem trabalhados:

27/10 – Educação e Oceanografia

10/11 – Astronomia, Neurociências e Neuroeducação

17/11 – Engenharia Elétrica e Farmacologia

24/11 – Paleontologia, Física e Astrobiologia

01/12 – Microbiologia e Zoologia

As inscrições podem ser feitas a partir do dia 10/9 e vão até 10/10 no página do “Meninas com Ciência”. Serão selecionadas 50 alunas por sorteio – 50% de escolas públicas e 50% de instituições particulares.

O Instituto Oceanográfico na Praça do Oceanográfico, 181, na Cidade Universitária, São Paulo.

Leia também:
Por que precisamos ter um “Dia Internacional das Meninas?”
Quem disse que meninas precisam vestir rosa e brincar de casinha?
Mais de 60 milhões de meninas não têm acesso à educação no mundo

Foto: reprodução Facebook “Meninas com Ciência”

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Deixe uma resposta