Urso panda chega ao Minecraft e, com ele, a chance de ajudar o WWF-Brasil


Urso panda chega ao Minecraft e, com ele, a chance de ajudar o WWF-Brasil

Criado por uma empresa de games sueca, o jogo Minecraft virou uma febre mundial. Já são mais de 154 milhões de cópias vendidas e em 2018, eram 91 milhões de usuários que pagavam uma taxa mensal para utilizá-lo.

Comprado em 2014 pela gigante Microsoft, o game permite que os jogadores construam mundos virtuais a partir de blocos e ferramentas. Minecraft é elogiado por educadores porque estimula o raciocínio e envolve conceitos de matemática e engenharia espacial.

Agora, as crianças (e adultos) apaixonados pelo jogo ganharam um novo personagem: o urso panda. E com ele, uma oportunidade de contribuir com a rede mundial WWF, que trabalha pela conservação ambiental e pela proteção animal.

Desde meados de dezembro, a nova atualização para Xbox One, Windows 10 Edition, iOS, Android, Nintendo Switch e, também, no snapshot do Minecraft Java oferece o panda.

O panda virtual ajudará o panda real

O desafio é plantar bambu, cujas folhas são o alimento preferido desse ursinho nativo da China e construir habitats para eles dentro do jogo. Quando os jogadores atingirem 10 milhões de bambus, o Minecraft doará US$ 100 mil para o trabalho global de conservação da rede WWF. Parte desse dinheiro será repassado para o WWF-Brasil.

Legal, né? Então, vamos jogar?

O panda, ainda ameaçado

Apesar de grandes esforços de proteção e bons resultados obtidos nas últimas décadas por ambientalistas e pelo próprio governo da China, o primeiro e mais famoso símbolo da luta pela preservação de espécies animais continua correndo risco de ser extinto. De acordo com um estudo publicado na revisa Nature, em outubro de 2017, o panda gigante perdeu uma significativa área de seu habitat, que se encontrava cada vez mais fragmentado e isolado.

Em setembro de 2016, a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês), mudou o status do panda gigante (Ailuropoda melanoleuca) na lista vermelha dos animais sob risco de extinção de “ameaçado” para “vulnerável”, como mostramos aqui neste outro post.

A boa notícia significava que, segundo a entidade, a situação ainda exigia atenção, mas o número de indivíduos da espécie já apresentava um aumento expressivo. De acordo com a IUCN, o último levantamento revelou que existiam 1.864 pandas gigantes adultos e algo em torno de 2.000 filhotes.

Imagens: reprodução Minecraft

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

Deixe uma resposta