Universidade da Nova Zelândia oferece bolsas para programas de doutorado

Universidade da Nova Zelândia oferece bolsas para programas de doutorado

Considerada uma das melhores universidades do mundo, a Victoria University of Wellington, que tem campus localizado em Wellington, capital da Nova Zelândia, e também nas cidades de Auckland e Palmerston North, está com inscrições abertas para bolsas de doutorado. Serão selecionados 35 pesquisadores de todas as áreas do conhecimento.

A universidade possui centros de excelência para estudos de nanotecnologia, ecologia marinha, engenharia digital, biomédica, entre outros. As iniciativas da instituição na área de sustentabilidade e artes são bastante conhecidas internacionalmente.

Os interessados em participar do processo de seleção devem demonstrar excelência acadêmica e possuir diploma de graduação ou mestrado. Para aqueles que não têm o inglês como língua nativa, a universidade exige comprovação de proficiência no idioma, com pontuação satisfatória em exames internacionais, como TOEFL e IELTS.

A bolsa dará isenção de taxas acadêmicas e ajuda de custo no valor de $23.500,00 dólares neozelandeses por ano. Um dos atrativos do programa é que, após o término do doutorado, os estudantes têm possibilidade de permanecer no país e obter um trabalho qualificado em tempo integral na área de estudo.

Além disso, o estudante internacional de ensino superior pode viajar para a Nova Zelândia com o cônjuge, que tem permissão para pedir visto de trabalho aberto e em período integral durante o programa de estudos do companheiro. Filhos dependentes do doutorando podem frequentar, gratuitamente, as escolas públicas do país.

As inscrições para a seleção das bolsas deverão ser feitas até 1º de julho, através deste link, onde é possível conferir todas os pré-requisitos exigidos.

Fundada em 1889, a Victoria University of Wellington é uma instituição de ensino bastante internacional. Dos 22 mil estudantes, cerca de 3 mil são estrangeiros. Reconhecida pela excelência em programas de administração pública, é vinculada ao governo neozelandês.

reprodução Facebook New Zealand Education

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Deixe uma resposta