Trens da Holanda funcionarão somente com energia eólica

turbinas eólicas

Um acordo firmado entre o consórcio de empresas que administra a rede ferroviária da Holanda e a companhia de energia Eneco prevê que todos os trens do país funcionarão movidos somente com energia gerada pelo vento até o final de 2018. Atualmente, metade da eletricidade utilizada na rede já é produzida por turbinas eólicas.

O contrato é considerado por especialistas como um dos maiores do setor de energias renováveis da Europa. “O que torna esta parceria única é que todo um setor da Holanda irá reduzir sua pegada de CO2 enormemente e estabelecerá um exemplo para outros setores”, afirmou Michel Kerkhof, executivo da Eneco, ao site Railway Technology.

Ainda segundo Kerkhof, atualmente o segmento de transportes nos Países Baixos é responsável por 20% das emissões de dióxido de carbono, gás que é o principal responsável pelo efeito estufa. “Se queremos continuar viajando, é importante que o façamos sem sobrecarregar o meio ambiente. Agora os holandeses poderão fazer viagens carbono neutras”.

O plano traçado pelas empresas estipula que, já no próximo ano, 70% dos trens funcionem com energia eólica, em 2017 sejam 95% deles, e em 2018, toda a malha ferroviária utilize a energia renovável.

O sistema necessitará de 1,4 TWh de eletricidade para poder suprir a demanda dos trens no país. É um volume gigantesco, o equivalente ao consumido por todas as residências da Holanda. A energia eólica será gerada por fazendas localizadas nos Países Baixos, mas também em outras plantas, situadas na Bélgica e Escandinávia.

Todos estes países têm investido fortemente em fontes alternativas de energia, mas principalmente, a eólica, já que o clima é mais favorável a ela nestas regiões. Em julho deste ano, a Dinamarca anunciou que em um dia específico daquele mês, as turbinas geraram toda a eletricidade necessária para suprir a demanda interna, algo em torno de 116 a 140%, ou seja, ainda houve sobra. O restante foi compartilhado com os vizinhos Alemanha, Noruega e Suécia.

Estas e outras iniciativas comprovam como a dependência a combustíveis fósseis, como óleo, gasolina, carvão e petróleo – extremamente poluentes – está com os dias contados. Diversos países mostram, na prática, como o uso de energias limpas é viável, econômico e eficaz.

Foto: pixabay/domínio público

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante 6 anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, vive agora em Washington D.C.

6 comentários em “Trens da Holanda funcionarão somente com energia eólica

Deixe uma resposta