Temperatura no Ártico está entre 20oC e 30oC acima do normal

Temperatura no Ártico está 20oC e 30oC acima do normal

Este deveria ser o pico do inverno ártico. Até 21 de março, o “dia” naquela região consiste somente de noite porque o sol não se põe no Polo Norte durante os meses frios. Apesar disso, cientistas estão perplexos com a onda de calor que se abateu sobre o Ártico.

Ventos quentes vindos do Mar da Groelândia elevaram a temperatura acima de 0 grau, de acordo com o  U.S. Global Forecast System model, centro meteorológico ligado à Agência Americana de Oceanos e Atmosfera (NOAA). Segundo especialistas, esta temperatura está de 20ºC a 30ºC acima da média para esta época do ano. Na Sibéria, os termômetros marcaram 35oC além da média para o mês de fevereiro.

Na estação de monitoramento mais ao norte do continente ártico, o Cabo Morris Jessup, foi registrado uma temperatura acima de 0 grau durante 24 horas seguidas, algo simplesmente impensável.

A cobertura de gelo dos polos, que deveria aumentar até meados de março, foi reduzida tanto no Mar de Bering, como ao norte da Groelândia. Para moradores da região, isso representa uma grave ameaça, já que o gelo serve de barreira para as ondas fortes do mar no inverno.

O calor fora do normal no Ártico já foi registrado antes, em 2011 e 2017, mas apenas por poucas horas, nunca em tantos dias consecutivos. Cientistas dizem que é algo sem precedentes e estão alarmados com a situação. Um dos principais temores é que o aquecimento global esteja provocando a erosão do vórtice polar.

O vórtice polar é um fenômeno climático natural. São ciclones que se formam nos polos, na região da média e da alta troposfera (região mais baixa da atmosfera) e da estratosfera. Eles se mantêm em diferentes velocidades e é por causa deles, que o ar frio permanece sobre os polos.

Com o “rompimento” e dispersão do vórtice polar, ares gelados foram levados para a costa oeste dos Estados Unidos e também para a Europa, criando a onda de frio chamada de “a besta do leste”. Nevascas foram registradas na Itália, Suíça, França, Inglaterra e outros países. Alguns deles, registraram temperaturas mais baixas do que no Ártico. Em Moscou, os moradores enfrentaram -23ºC.

“Isto é uma anomalia entre anomalias. É completamente fora de qualquer registro histórico. É alarmante! É uma indicação de que haverá muitas outras surpresas se continuarmos cutucando a “besta” que é o nosso clima”, disse  said Michael Mann, diretor do Earth System Science Center, da Pennsylvania State University, em entrevista ao jornal The Guardian.

Foto: Christopher Michel/Creative Commons/Flickr

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Um comentário em “Temperatura no Ártico está entre 20oC e 30oC acima do normal

Deixe uma resposta