Tem criança lá fora… no Nosso Quintal

projeto-nosso-quintal

O poeta Manoel de Barros, em sua obra dedicada às preciosidades da infância, escreveu: “Meu quintal é maior que o mundo”. Pois no Rio de Janeiro existe uma iniciativa que faz do mundo inteiro um quintal: é o projeto Nosso Quintal, em que crianças do bairro da Urca ocupam os espaços públicos e brincam em contato com a natureza.

O grupo se reúne três vezes por semana, alternando-se entre a Praia Vermelha e a Pista Claudio Coutinho, dois espaços públicos que têm como presente a proximidade ao Pão de Açúcar. Dois educadores e um responsável voluntário acompanham as crianças por um período de três horas. Em visita ao Rio de Janeiro, tive a oportunidade de estar com eles durante uma manhã e senti a força e a energia desse trabalho.

A manhã começou numa esquina da Urca: o ponto de encontro onde os pais deixam seus filhos com os educadores. Quando todos estavam reunidos, caminhamos até a Praia Vermelha e um dos educadores convidou: “Vamos levar um presente para o mar?” E o presente se fez presente.

Folhas, sementes e gravetos foram coletados pelas crianças e lançados ao mar para começar a magia.

As crianças criavam suas brincadeiras na areia. Castelos, desenhos, escavações.

Uma pequena me convidou silenciosamente para brincar. Pegar bolinhos de areia, andar até o mar, aguardar a onda chegar de mansinho e jogar areia nela.

Agachávamos, de cócoras e com as mãos no chão. Sentíamos a onda voltando para o mar devagarinho. De repente, uma onda vinha forte! Olhávamos uma para a outra, e com gritos saíamos correndo.

Tudo começava de novo… Mais areia, mais ondas, mais mar correndo pelas mãos, mais gritos e mais corridas.

Por um bom tempo (sem saber de hora alguma) essa foi a nossa coreografia. Sem uma palavra sequer. Eu, ela, o mar e a areia.

E assim, a presença das crianças foi nosso maior presente: para o mar e para mim.

Neste projeto. os pequenos são protagonistas, criadores e criações de si e do mundo. Poucos materiais são oferecidos, para que a natureza seja a protagonista da brincadeira. Os educadores que acompanham possuem um olhar bastante sensível para escutar as crianças e estão sempre dispostos a brincar, estar junto e oferecer a liberdade e a confiança que meninos e meninas precisam neste momento.

Chegada à praia

Para a equipe do projeto Nosso Quintal, as crianças têm verdadeira paixão pelos espaços ao ar livre. Em ambientes naturais, elas são potentes, seus olhos brilham, elas são livres. O ambiente não precisa de mais nenhuma intervenção. Ele é suficiente para estimular a criança em todos os seus sentidos, além de oferecer incontáveis possibilidades para a criatividade e a imaginação, criando brinquedos e brincadeiras, investigando e explorando.

Minha manhã terminou com brilho nos olhos de tamanho encantamento. Acredito muito que iniciativas como esta são essenciais ao desenvolvimento da infância e sonho que mais e mais ações assim surjam e se espalhem por aí.

Mais quintais, mais praias, mais parques, mais crianças na natureza!

Crianças acompanhadas dos educadores. Natureza é protagonista nas brincadeiras

2

Entre a areia e o mar: Até onde chegar? Quando correr? Quem vai pular?

6

Contornos na areia

3

Crianças desenham um dos educadores na areia

4

Um grande castelo nascendo. Ao fundo, eu e a pequena em nossa coreografia com o mar

5

As crianças estão juntas, e ao mesmo tempo cada uma tem seu espaço e tempo para experimentar, criar e contemplar

Fotos: Arquivo Projeto Nosso Quintal

É pedagoga, especialista em psicomotricidade e educação lúdica. Participa de diversas formações sobre primeira infância, brincar e arte para crianças e coordena o programa Ser Criança é Natural (que dá nome a este blog), do Instituto Romã, que incentiva o contato das crianças com a natureza. Organiza a ação Doe Sentimentos e acredita no poder da infância e que o mundo pode ser melhor.

Ana Carol Thomé

É pedagoga, especialista em psicomotricidade e educação lúdica. Participa de diversas formações sobre primeira infância, brincar e arte para crianças e coordena o programa Ser Criança é Natural (que dá nome a este blog), do Instituto Romã, que incentiva o contato das crianças com a natureza. Organiza a ação Doe Sentimentos e acredita no poder da infância e que o mundo pode ser melhor.

Deixe uma resposta