O tal do sábio

A Bienal Internacional de Curitiba mostra o florescimento artístico da China, em obras, como a de Ai Nisha. Nela há ruína, solidão e mágica trágica. A fonte da existência e a não-existência. O yin yang do universo. O bem, o mal

Ler mais

As noites de Simon Hopkinson encontram a solidão

A noite quer encontrar a solidão que se satisfaz com os pequenos gestos. Que aceita uma mordida na maçã, em vez do sanduíche industrializado da propaganda do outdoor. Essa papagaiada que se espalha, arvorando-se o direito de carregar a maioria que adota como meta cega o consumo desenfreado

Ler mais

A solidão na cidade e os idosos

A solidão entre os mais velhos ganha contornos de epidemia na Europa e nos EUA e a tendência é a mesma no Brasil. Mas já existem algumas ótimas iniciativas em Barcelona, na Espanha, que podem ajudar a mudar esse cenário

Ler mais