Palmas para que te quero

Palmas. Muito bem! Quero fugir mesmo. Será que adianta? Pernas para que te quero. Salto sobre qualquer mero dejeto. Mais afeto. Que as mãos se encontrem na ciranda sem muros para não solidificar a solidão e plasmar menos sofreguidão. Sem direção. Não.

Ler mais

Hora de sujar as mãos … ou não!

Você sonha em ter um jardim com ervas e verduras, flores e frutos? Liliana Allodi ensina quais são as ferramentas básicas para se ter em casa e dá dicas para não ficar com a mão encardida de terra

Ler mais