Palmas para que te quero

Palmas. Muito bem! Quero fugir mesmo. Será que adianta? Pernas para que te quero. Salto sobre qualquer mero dejeto. Mais afeto. Que as mãos se encontrem na ciranda sem muros para não solidificar a solidão e plasmar menos sofreguidão. Sem direção. Não.

Ler mais

Sonhos de criança ou sonhos de consumo: qual transformará o mundo?

Se garantirmos, a todas as crianças, o brincar livre e espontâneo, abriremos espaço para uma sociedade de sujeitos criativos, que saberão ousar, criticar, reconstruir e descobrir formas inéditas de se viver

Ler mais

“Não compre nada novo em 2018!” é o desafio lançado pela Zero Waste France

Será que você precisa mesmo daquele vestido novo? E o livro, não terá o mesmo em um sebo? A hora é da economia circular: reduzir, reutilizar, recuperar e reciclar

Ler mais

A ferrugem que cutuca o nosso dia a dia

Gosto mais de quem consegue identificar uma oxidação diferente e insiste em cultivá-la. Faz arte dela. Extrapola com ela. Aumenta, risca, arrisca

Ler mais

Nas mãos das crianças, a natureza se transforma na mais perfeita brincadeira

Observe-as na natureza e perceba o que é essencial para que brinquem felizes. É assim que elas desenvolvem a imaginação e a criatividade para transformar o mundo e criar novos mundos

Ler mais

O que colocar no lugar do ter, do comprar, do consumir?

Em vez comprar mais brinquedos, vamos perguntar para as crianças o que faltou durante o ano que podemos fazer juntos, agora? Que tal propor um vale-caminhada? Ou um vale-acampamento? Em família!!

Ler mais

Para além do consumo, o potencial criativo da infância

Somente um ambiente diverso e rico dá oportunidades para que os pequenos explorem seu potencial criador, seu espaço interior e descubram seu jeito de sentir, de ser e de viver

Ler mais

Otobong Nkanga: canibais de nós mesmos

A obra de Otobong Nkanga mostra a sombra agigantada que devora o que tem pela frente. Não é sua última refeição, mas não importa. Ela é uma metáfora com a fome insaciável do homem perante os recursos naturais do planeta

Ler mais

E a gente aqui pastando…

Olho as pinturas ácidas e sarcásticas do artista do Mato Grosso do Sul, Humberto Espíndola, e queria que os bois pintados por ele não fossem símbolo da riqueza do estado. Preferiria que eles fossem animais respeitados

Ler mais

Precisamos cuidar das crianças no meio ambiente virtual

Em um acesso rápido ao YouTube, por exemplo, é possível acessar inúmeros vídeos feitos por crianças que apresentam suas vidas a quem quiser assistir. Em seus canais, além de suas imagens e dados pessoais, estão suas casas e seus bens de consumo

Ler mais