Fogo na bexiga

O que você enxerga no meio do monte de riscos? É o vento? É a chuva, atingindo, assim, de soslaio direto o pescoço do homem? Viu, agora? Tenta de novo. Ou me deixa mesmo aqui, feliz de ter pirado com as obras do coletivo australiano Si ma va

Ler mais

Maré enrolada

Quem tem coragem de puxar o fio e desmanchar tudo? E começar de novo? E construir outra coisa?: a artista paulista Karen Dolorez, que usa o crochê como instrumento para criar grandes painéis pelos muros das cidades

Ler mais

Plasticídio: escultura em Londres alerta sobre poluição dos oceanos

À primeira vista, nova obra do artista Jason Taylor parece reproduzir cena de uma família feliz na beira da praia. Todavia, chegando mais perto, nota-se que as aves marinhas estão quase mortas, vomitando plástico

Ler mais

Uma proliferação qualquer

Manga, abacate, laranja, gergelim, óvulo e espermatozoides, assim esquizoides, divididos na correria tentando chegar. Como na vida. Como na arte. Como na obra da chilena Andrea Silva-Guzmán

Ler mais

Procuram-se borboletas de matéria viva

Queria ver as asas batendo soltas, contra um céu qualquer, a sabor de um vento ao léu. Queria vida, queria respiração. Prefiriria vê-las, quem dera, no concreto de cimento da cidade sem árvores e sem flores

Ler mais

Guernica na tela, no palco, na rua. Em todo lugar!

Os dançarinos de Guernica nos chamam para um espetáculo de dança. Mas o que fazem em uma hora de apresentação é ir congelando desespero, paralisando desalento, passo a passo, gesto por gesto

Ler mais

Tenho que saber perder?

Que brincadeira é essa? Preciso das regras. Alguém aí sabe perder? Ainda mais nesse mundo competitivo, imagético, publicitário e marketoso. Ô osso! Que chatice lidar com e-books, páginas de captura, empreendorismo digital e tal

Ler mais

A vaidade é cinza

Tudo tão cinza… É preciso defender a multidão apequenada nos guetos. Sufocam-na com tinta cinza para aumentar a revolta. Para enquadrar todo mundo, para colocar numa gaiola. Que discurso antigo!

Ler mais

A espiral das abelhas mortas

O veneno está impregnado por toda parte: raiz, caule, folhas, flores e pólen. Impregnou-se também de forma fatal nelas, nas abelhas, que caíram derrotadas e foram parar na arte protesto de Sarah Hatton

Ler mais

Doutores da Alegria abre inscrições para curso gratuito de formação de palhaço

Até 27 de janeiro, artistas profissionais e estudantes de Artes Cênicas podem enviar currículo para participar do curso de formação na linguagem do palhaço, em São Paulo. São apenas 25 vagas!

Ler mais