As cavernas e o tempo

Desde que fotografou cavernas em 1987, Adriano Gambarini não parou mais. Em seu novo post, ele fala da importância de conhecer bem o tema para fazer registros tão precisos e, também, do tempo entre as rochas

Ler mais

O primeiro urso a gente nunca esquece

O fotógrafo Adriano Gambarini sempre quis ver um urso. Até que, no Tennessee, EUA, graças a seu feeling, ele encontrou um e pode contemplá-lo e fotografá-lo, à vontade, sem turistas por perto

Ler mais

Deus ajuda quem vara a madruga

– Gamba, vi um Aotus ontem! Estava de costas quando escutei esta frase, que ecoou nos meus ouvidos como a

Ler mais