Será que o Brasil encolheu? Animação mostra que não é preciso desmatar mais para produzir alimentos

Pessoas com influência nas políticas ambientais federais têm espalhado mentiras: dizem que o Brasil protege tanto suas florestas que ficou inviável expandir a produção de alimentos. Até o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, já caiu nessa: no discurso preparado para sua apresentação na assembleia da ONU Meio Ambiente, em Nairóbi, na semana passada, ele disse que o país é o que tem a maior área protegida do mundo.

A gente até poderia responder que não há futuro para a agricultura sem a conservação das florestas, dos solos e da água, ou mesmo relembrar que somos o país que mais desmata e extingue espécies ameaçadas, além de possuir 50 milhões de hectares de terras degradadas, subtilizadas ou abandonadas pelo agronegócio. Mas é tanta desinformação que resolvemos desenhar pra deixar tudo explicadinho.

Hoje, o país têm mais áreas destinadas à agropecuária (245 milhões de hectares) do que áreas protegidas (216 milhões de hectares). O Brasil tem espaço de sobra para proteger o clima, conservar sua biodiversidade e comunidades, e ainda pode se tornar o maior produtor de alimentos, fibras e bioenergia do mundo. Veja porquê é falsa a ideia de que o Brasil protege tanta floresta que não consegue mais expandir a produção agropecuária. O que falta é usar nosso território com inteligência

Assista ao vídeo, a seguir:


Este texto foi publicado originalmente no site do Observatório do Clima, em 19/3/2019

Imagem: Reprodução

Deixe uma resposta