Sementes de araucária bicadas por papagaios germinam melhor

Sementes de araucária bicadas por papagaios germinam melhor

Até pouco tempo considerados “inimigos” das florestas, os papagaios agora são tidos como importantes aliados para o combate ao desmatamento. Um grupo de cientistas de diversas instituições internacionais, entre elas, universidades brasileiras, divulgou uma pesquisa recentemente mostrando que sementes do pinheiro araucária (Araucaria angustifolia), que foram bicadas por papagaios germinam melhor no solo. Até hoje, acreditava-se que ao destruir parte da semente, os papagaios prejudicavam sua reprodução. A araucária é a árvore símbolo do Paraná e está ameaçada de extinção. 

Publicado na revista Nature, o artigo “Endangered plant-parrot mutualisms: seed tolerance to predation makes parrots pervasive dispersers of the Parana pine descreve, pela primeira vez, a relação simbiótica (mutuamente vantajosa entre dois ou mais organismos vivos de espécies diferentes) entre papagaios e a araucária.

“Muitas vezes os papagaios carregam as sementes da araucária  no bico para comê-las em outros lugares. Frequentemente, estas sementes bicadas caem no meio do caminho”, explica Guillermo Blanco, pesquisador do Museu Nacional de Ciências Naturais da Espanha. “O que nossa descoberta sugere é que estas plantas desenvolveram a capacidade de criar um efeito de saciedade nos papagaios, ou seja, as grandes sementes desta espécie evoluíram para fazer com que as aves se sintam saciadas mais rapidamente, não sendo necessário assim consumir as sementes por inteiro e ajudando assim, sua dispersão”.

Durante o estudo, realizado em diferentes áreas (Paraná, Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) foram pesquisadas nove espécies diferentes de papagaios e periquitos. Quando comparados os resultados de germinação das sementes bicadas por estas aves e outras, intactas, transportadas por gralhas,  como a Cyanocorax, por exemplo, considerada uma excelente dispersora, verificou-se que as primeiras brotaram melhor.

sementes-araucaria-bicadas-papagaios-germinam-melhor-3-conexao-planeta

Fotos do estudo mostram o voo dos papagaios com as sementes de araucária no bico

A araucária é uma árvore que era encontrada abundantemente nas regiões Sul e Sudeste do Brasil. Infelizmente, estima-se que hoje resta somente 3% da cobertura original da espécie. Sua destruição foi causada, sobretudo, pela exploração da madeira.

As sementes do pinheiro formam a pinha. Grandes, elas atingem entre 5 e 8 cm, e altamente calóricas, são importantes fontes de alimento para muitos animais. Conhecida popularmente como pinhão, a semente também faz parte da tradição culinária paranaense e mineira.

sementes-araucaria-bicadas-papagaios-germinam-melhor-pinha-conexao-planeta

Foto: Gustavo Lazarini Forreque (papagaio) e CMC AgoraVale (pinha)

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Deixe uma resposta