Rio de Janeiro realiza a Marcha pelos Oceanos neste sábado. Participe!

Rio de Janeiro realiza a Marcha Mundial pelos Oceanos neste sábado. Participe!

Os números são muito assustadores:

90% das aves marinhas têm plástico em seus estômagos;
– 100% das tartarugas coletadas e amostradas tinham em seu estômago algum tipo de plástico;
– Nos próximos dez anos a produção e consumo de plástico no mundo deve duplicar;
– Só 14% de todo o plástico produzido no mundo é coletado e reciclado;
– Até 2050, haverá mais plásticos do que peixes nos oceanos.

Para cientistas e especialistas, se não agirmos agora, nosso planeta azul se tornará o planeta plástico! A poluição destes resíduos nos oceanos já atingiu um limite inaceitável.

Com o objetivo de chamar a atenção de governantes e da população sobre este problema, neste sábado, 9/7, será realizada em diversas cidades do mundo a Marcha pelos Oceanos.

Washington, Chicago, Nova York, Las Vegas, São Francisco, Londres e Dublin são algumas das capitais que sediarão o evento. E o Brasil terá pela primeira vez uma cidade participando: o Rio de Janeiro.

Se você mora ou estiver visitando o Rio, participe! O aquecimento para a marcha começa às 11h40 na praia do Leme, com a apresentação de uma mini bateria. Às 12h, começa a caminhada – pacífica e simbólica -, até Copacabana (altura do Posto 4). Importante: vista uma camiseta azul!

Além da marcha, acontecerá uma série de outras atividades (veja programação completa ao final deste post).

E quem não está na capital carioca, mas quer se engajar na luta por oceanos mais limpos, fica a dica: reduza seu consumo de plástico. Não use canudinhos e substitua as sacolas plásticas pelas duráveis, como as de pano ou papel.

Programação Marcha pelos Oceanos

Data: 09/06/2018
Local de saída: Leme, Rio de Janeiro (RJ)

10h às 11h – Apresentação de peça infantil “Um passeio Mar Adentro”
Ação lúdica que busca sensibilizar a sociedade na proteção ao meio ambiente marinho, combatendo a poluição das praias e mares, por meio de peça musical divertida para crianças e adultos.

11h às 11h40 – Oficina de criação de cartazes
Participantes vão criar os próprio cartazes para a marcha com cartolinas, tintas e canetas, para que sejam escritas mensagens que representem a percepção de cada um sobre a importância dos oceanos.

11h40 às 12h – Aquecimento para a marcha

12h às 13h – Marcha pelos Oceanos

 

Foto: divulgação March for the Oceans/Brian Skerry

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Um comentário em “Rio de Janeiro realiza a Marcha pelos Oceanos neste sábado. Participe!

  • 13 de junho de 2018 em 7:13 PM
    Permalink

    Recolher o lixo dos oceanos é o mesmo que enxugar gelo se a desgraceira não for eliminada na fonte, isto é, antes de virar lixo, antes de virar plástico, antes de virar poluente. Proibida a fabricação, comercialização, uso e acondicionamentos de produtos em sacolas, recipientes de qualquer natureza ou tamanho, em plásticos maleáveis ou rígidos, deveria ser a norma vigente para ontem, porque em matéria de degradação do meio ambiente estamos mega, super, hiper atrasados, esperando o quê para acabar com essa lambança que a gente critica mas usa quando sai do Supermercado carregando sacolas plásticas, onde estão produtos embalados em plástico, que vão para a lata de lixo de plástico, por sua vez forrada com um saco plástico também, este famigerado e aparentemente invencível monstro apocalíptico saído dos infernos para a matança generalizada de animais inocentes famintos que acreditam ser comida, o material que os vai matar lenta e dolorosamente, enquanto carregamos mais sacolas plásticas para casa, a fim de matar os que ainda não foram mortos, mas inelutavelmente, serão.

    Resposta

Deixe uma resposta