Passeios autênticos no Rio de Janeiro: feiras orgânicas

feiras orgânicas Rio de Janeiro

A Cidade Maravilhosa fica ainda mais verde em suas feiras orgânicas. E elas são muitas. A campanha Passaporte Verde, que indica passeios pra quem quer conhecer os destinos além de seus cartões-postais, fez um roteiro listando 18 feiras, em todas as regiões do Rio de Janeiro.

Tem feira nos bairros mais turísticos, como Ipanema, Leblon, Copacabana, Barra da Tijuca e Arpoador. Tem feira na Tijuca e no Jardim Botânico – todas com fácil acesso, pra você chegar a pé, de bike, de ônibus. O clima de descontração é o mesmo, com produtores que engatam uma conversa atrás da outra e fazem questão de explicar a origem de suas frutas, verduras e legumes.

Dá pra comprar e levar pro hotel, mas também dá pra consumir ali mesmo: algumas barracas preparam sucos na hora, que podem ser acompanhados de comidinhas como doces, empanadas, tapiocas… Tudo fresco, tudo orgânico, tudo saudável! Tudo sustentável!

feiras orgânicas Rio de Janeiro

Passaporte Verde

A campanha Passaporte Verde nasceu em 2008 com o objetivo de oferecer roteiros originais aos viajantes – e para fazer com que a visita desses viajantes cause impacto positivo nos destinos. O projeto é fruto de uma parceria do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) com os ministérios do Meio Ambiente e do Turismo do Brasil e o Ministério Francês do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

Hoje, 12 estados brasileiros já são contemplados pelos roteiros Passaporte Verde. Há atrações no Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais,  Brasília, Mato Grosso, Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará e Amazonas. Só na cidade do Rio são 21, resultado do trabalho em conjunto realizado pelo PNUMA e o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Veja aqui todos os roteiros do programa Passaporte Verde na cidade do Rio de Janeiro

Texto publicado originalmente no site da Garupa em 19/07/2016

Viajar pode fazer mais. Por você e pelos lugares que visita. Este é o lema da Associação Garupa, Organização Social de Interesse Público (OSCIP) que trabalha com o turismo sustentável como ferramenta para promover distribuição de renda e preservação de riquezas naturais e culturais do Brasil. A Garupa atua no apoio a comunidades e iniciativas em três frentes: por meio de consultoria para campanhas de crowdfunding, da realização de Expedições Garupa ou da divulgação de experiências sustentáveis através do Guia do Brasil Autêntico.

Na Garupa

Viajar pode fazer mais. Por você e pelos lugares que visita. Este é o lema da Associação Garupa, Organização Social de Interesse Público (OSCIP) que trabalha com o turismo sustentável como ferramenta para promover distribuição de renda e preservação de riquezas naturais e culturais do Brasil. A Garupa atua no apoio a comunidades e iniciativas em três frentes: por meio de consultoria para campanhas de crowdfunding, da realização de Expedições Garupa ou da divulgação de experiências sustentáveis através do Guia do Brasil Autêntico.

Deixe uma resposta