Que tal acampar com as crianças na natureza? Guia gratuito online incentiva essa experiência transformadora nas férias

Ao mesmo tempo em que a campanha Um Dia no Parque segue firme e forte – será realizada em 21 de julho com a adesão de mais de 200 Unidades de Conservação (UC) pelo país – o programa Criança e Natureza, do Instituto Alana, lança publicação especial para convidar pais, mães e qualquer pessoa que conviva com crianças nas férias escolares a experimentar uma forma não muito comum de incluir a natureza em suas vidas: acampar em família.

Geralmente, as crianças acampam quando a escola propõe, quando os pais enviam seus filhos para acampamentos estruturados ou quando jovens planejam uma aventura como essa com os amigos. Mas a experiência com a família é uma bela iniciação para amar a natureza, como mostra o guia online gratuito Acampando com as Crianças., que tem o apoio do ICMBio.

A coordenadora do programa, Laís Fleury, fala a respeito: “Acampar em família é uma experiência transformadora, não só para as crianças, mas para os adultos também. São momentos que ressignificam nossos valores, que a nossa memória registra e certamente não esquece. As crianças aprendem a reconhecer suas possibilidades e limites, exercitando a autonomia e lidando com riscos. O Brasil é um país com muito potencial para a atividade de camping em áreas naturais, com clima propício e lugares incríveis, como parques nacionais”.

A publicação ressalta a importância da infância ao ar livre, para que meninos e meninas possam crescer saudáveis e desenvolver um vínculo afetivo com o mundo natural.

Diversos estudos apontam que o contato diário com a natureza, especialmente por meio do livre brincar, ajudam na promoção da saúde física, mental e no desenvolvimento de habilidades cognitivas, sociais, motoras e emocionais das crianças. O especialista Richard Louv destaca a importância desse contato em todos os seus livros: é autor de A Última Criança na Natureza, lançado no Brasil em abril de 2016 pelo programa Criança e Natureza.

Vale destacar, aqui, que o objetivo da campanha Um Dia no Parque é tornar as Unidades de Conservação mais conhecidas dos brasileiros porque muitos nem sabem que vivem perto de uma área protegida. Entre elas há não só parques nacionais como os de Fernando de Noronha, da Chapada dos Veadeiros ou Diamantina ou o do Iguaçu, mas também parques estaduais e municipais, e reservas naturais.

Saiba mais no texto que escrevi a respeito desse movimento lançado no ano passado e que já cresceu 300% em adesões de áreas protegidas.

A pesquisadora e engenheira florestal Maria Isabel Amando de Barros, que integra a equipe do Criança e Natureza, é grande incentivadora de práticas familiares na natureza. Acampa com o marido e os filhos desde que eles eram pequenos porque foi incentivada por seus pais desde pequena também. Ela já escreveu bastante sobre esse tema, aqui, no Conexão Planeta. Indico a seguir alguns desses artigos que fortalecem essa visão:
Como descobrir a natureza e o mundo em família,
Clubes Natureza em Família porque juntos somos fortes e
Vivendo a natureza em família: férias em unidades de conservação.

As educadoras Ana Carol Thomé e Rita Mendonca incentivam o contato da criança com a natureza, semanalmente, no blog Ser Criança é Natural, aqui no site. Em 2018, Ana Carol foi conhecer as Escolas da Floresta, no Reino Unido, e contou um pouco sobre essa experiência no blog. Neste caso, as crianças não acampam com os pais, mas com as professoras, mas isso acontece de um jeito muito natural porque elas já estão familiarizadas com a prática e com a natureza.

Outra experiência muito bacana vivida por Ana Carol é a iniciativa que criou em 2017 – as Caixas de Natureza – que é uma espécie de “amigo secreto” com o qual se envolvem crianças e suas famílias em todo o Brasil, mas não . Em outro post, Carol e Rita contaram sobre mamães adeptas do Instagram que, nessa rede social, relatam suas experiências e dão sugestões muito simples e inspiradoras para curtir a natureza em família.

Foto: Prooch Eire/Pixabay e Projeto Nosso Quintal

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na revista Claudia, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, da mesma editora, considerado pela United Nations Foundation como o maior portal no tema. Integrou a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade e, em 2015, participou da conferência TEDxSãoPaulo.

Deixe uma resposta