Projeto Criança e Natureza realiza encontros em SP e no Rio, com a presença de Richard Louv

criança-e-natureza-seminario-richard-louv-800x

Assim que idealizamos esta rede de especialistas e jornalistas chamada Conexão Planeta, senti que não poderíamos deixar de falar da relação e da conexão (e de sua falta) entre as crianças e a natureza. Tenho uma amiga querida – Rita Mendonça – que já trabalhava com esse tema há algum tempo e mexia muito comigo. Até então, sentia que não havia divulgado seu trabalho do jeito que gostaria e, rapidamente, a convidei para assinar um blog em nosso site – meu, da Suzana e da Marina -, que levaria o nome de um dos projetos mais interessantes que conheço nesta área: o Ser Criança é Natural.

Ela relutou, mas não demorou muito para aceitar minha proposta e trazer a pedagoga Ana Carol Thomé para a nossa rede. Assim, desde o lançamento do Conexão, em agosto de 2015, ambas encantam nossos leitores com suas experiências, dicas e comentários sobre tema tão encantador e desconhecido. Seus posts são muito lidos e compartilhados nas redes.

Em seguida, me aproximei do Instituto Alana, que eu já admirava porque faz um trabalho lindo e amplo para transformar a maneira como lidamos com a infância, em todos os aspectos. Lá também encontrei uma preocupação infinita com a relação entre criança e natureza: em cada conversa, em cada encontro – com Carol Pasquali (diretora de comunicação), Ana Claudia Leite (diretora de educação) e a equipe de pedagogos que lá trabalha (e que se tornaram articulistas aqui no Conexão, no canal Educação) -, em cada publicação e no apoio aos projetos que pululam pelo Brasil nessa direção. E ainda descobri afinidades e parcerias entre o instituto e nossas caras blogueiras, Rita e Ana Carol.

Não dizem que, quando atuamos numa determinada vibração, atraímos pessoas com interesses iguais? Pois foi o que aconteceu. Minha proximidade – e do Conexão, claro! – com o Alana, proporcionou novos interesses e descobertas. Logo conheci a educadora Laís Fleury, parceira de longa data do Alana e que, em breve, lançaria mais um projeto ambicioso no instituto, com sede no Rio de Janeiro: o Criança e Natureza, que funcionará como polo de ações e debates voltados para o tema.

“A reaproximação das crianças com a natureza ainda é um debate desarticulado e pulverizado. Queremos comunicar a sociedade sobre sua importância e impactos positivos do contato e experiência direta da criança com a natureza”, explica.  “Vamos fazer isso por meio da produção, do fomento e da disseminação de conteúdo sobre a importância da conexão da criança com a natureza, por meio da brincadeira não estruturada, além de influenciar políticas públicas e incentivar o acesso às experiências diretas do contato com a natureza.

richard-louv-xsite do projeto está no ar desde o mês passado, mas o momento de celebrar sua criação, em grande estilo, está chegando. Em junho – mais precisamente nos dias 13 e 15 -, o projeto celebrará também seu novo espaço com dois seminários, em São Paulo e no Rio, que reunirão profissionais de diferentes áreas e terão a presença do jornalista e escritor norte-americano Richard Louv, um dos maiores especialistas no tema, que criou o termo Transtorno de Déficit de Natureza.

Nos dois encontros, ele ainda lançará a edição em português de seu livro The Last Child in the Woods, que já vendeu mais de 500 mil exemplares e foi traduzido em 15 idiomas. A Última Criança na Natureza foi comentado, aqui no Conexão, pela educadora Maria Isabel Amando de Barros, do Alana.

As vagas para o seminário no Rio de Janeiro ainda estão abertas, mas em São Paulo já estão esgotadas.

Foto: Reprodução

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Mônica Nunes

Jornalista com experiência em revistas e internet, escreveu sobre moda, luxo, saúde, educação financeira e sustentabilidade. Trabalhou durante 14 anos na Editora Abril. Foi editora na Claudia e Boa Forma, no site feminino Paralela, e colaborou com Você S.A. e Capricho. Por oito anos, dirigiu o premiado site Planeta Sustentável, considerado o maior portal no tema pela UNF. Integra a Rede de Mulheres Líderes em Sustentabilidade.

Deixe uma resposta