Programa internacional busca pesquisadores com estudos sobre biodiversidade da Amazônia

macaco da Amazônia, biodiversidade brasileira

O Partnerships for Enhanced Engagement in Research (PEER) – programa administrado pela Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos (NAS) – convida pesquisadores de países em desenvolvimento a submeter propostas à United States Agency for International Development (USAID).

Conduzido em parceria por diversas agências de fomento do governo norte-americano e representantes do setor privado, o PEER foi projetado para alavancar os investimentos das agências norte-americanas de fomento em áreas de pesquisa e formação científica e, ao mesmo tempo, apoiar as iniciativas de cientistas de países em desenvolvimento.

No caso dos pesquisadores brasileiros, os principais temas de interesse estão relacionados à biodiversidade na Amazônia brasileira. O país abriga cerca de 30% das florestas tropicais do planeta, entre elas, a Floresta Amazônica, maior e mais diversas área do mundo. O programa busca pesquisadores que trabalhem para fortalecer e conservar a fauna e flora da região e seus recursos naturais (leia mais informações sobre os projetos a serem financiados aqui).

Serão apoiados projetos com duração de um a três anos e o financiamento poderá variar entre US$ 40 mil e US$ 100 mil por ano. As submissões de propostas ao PEER serão feitas em duas fases: pré-propostas, com prazo até 15 de janeiro de 2016, e proposta completa, até 15 de abril de 2016.

Os candidatos ao apoio devem ter projetos em parceria com um dos seguintes parceiros norte-americanos: National Aeronautics and Space Administration (Nasa); National Institutes of Health (NIH); National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA); National Science Foundation (NSF); USDA Agricultural Research Service; USDA Forest Service; USDA National Institute of Food and Agriculture; United States Geological Survey (USGS); Smithsonian Institution; General Electric GE; National Instruments Corporation NI.

Mais informações podem ser obtidas neste site ou com Sara De La Torro Beron, no e-mail delatorreberons@si.edu

*Texto publicado originalmente no site da Agência Fapesp de Notícias

Leia também:
Mato Grosso e Acre se comprometem a acabar com desmatamento até 2010
“Sem florestas, não há plano B para as mudanças climáticas”, diz Príncipe Charles
Em um ano, desmatamento na Amazônia aumenta 16%


Foto: domínio público/pixabay

Um comentário em “Programa internacional busca pesquisadores com estudos sobre biodiversidade da Amazônia

Deixe uma resposta