Primeiro avião elétrico para passageiros é apresentado em Paris

Na corrida para tornar o setor da aviação civil mais sustentável e menos poluente, a francesa  Eviation Aircraft parece ter saído na frente. A empresa acaba de apresentar o primeiro protótipo de um avião elétrico, com capacidade para até nove passageiros, na 52a International Paris Airshow, feira global do segmento.

O avião, totalmente elétrico, tem emissão zero de carbono. Com uma recarga completa, ele tem autonomia para voar até 1 mil km, ou seja, foi projetado para curtas distâncias, entre cidades próximas. A ideia da Eviation é fazer trajetos como, por exemplo, entre Seoul e Pequim, em 2,5 horas, ou entre o Vale do Silício e São Francisco, em 2 horas.

Batizado de Alice, o avião elétrico tem custo de manutenção e operação mais baixos do que similares movidos à diesel, garantem os engenheiros envolvidos na fabricação do protótipo. A aeronave, que tem um sistema de propulsão distribuído entre uma hélice principal na cauda e duas nas pontas das asas, pode atingir até 10 mil pés de altitude.

O foco dos designers foi conceber um avião extremamente leve e desta maneira, aumentar consideralvemente sua eficiência energética. Além disso, foi investido numa bateria com alta capacidade de armazenamento.

A companhia Eviation Aircraft faz parte de um programa da Agência Espacial dos Estados Unidos (Nasa) que alavanca o desenvolvimento de novas tecnologias para a transformação do transporte de curtas distâncias. A própria agência americana também está testando o protótipo do GL-10, misto de avião, drone e helicóptero híbridos (veja no vídeo ao final deste post algumas das invenções em andamento na Nasa).

Estima-se que atualmente o setor da aviação civil seja um dos principais poluidores do meio ambiente. A queima do diesel, combustível de origem fóssil e o principal utilizado para o funcionamento de aeronaves, libera grandes quantidades de dióxido de carbono na atmosfera, o que leva ao aquecimento global.

A Eviation Aircraft pretende comercializar o Alice até 2020.

Leia também:
Solar Impulse faz voo emocionante sobre a Estátua da Liberdade
Avião movido a energia solar e biocombustível fará travessia do Atlântico
O Hyperloop vem aí!
Um carro com teto solar: de verdade

Foto: divulgação

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou em Zurique, na Suíça, de onde colaborou para diversas publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Info, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Atualmente vive em Londres.

Deixe uma resposta