Prêmio internacional mostra, em fotos, o impacto do homem sobre o planeta

Prêmio internacional mostra, em fotos, o impacto do homem sobre o planeta

Chamada de sétima arte, a fotografia nem sempre é utilizada somente para retratar o belo. Ela é um importantíssimo instrumento jornalístico, que sem o uso de palavras, revela com sutileza ou força contudente, a vida real sobre uma perspectiva diferente.

Há dez anos, a a organização britânica Chartered Institution for Water and Environmental Management (Ciwem) promove um concurso para mostrar, através de crônicas fotográficas, o impacto do ser humano sobre o meio ambiente.

Aberto a fotógrafos profissionais e amadores, de todas as idades e lugares do mundo, o prêmio tem como principal objetivo inspirar todos a cuidar melhor de nosso lar: a Terra.

O grande vencedor da edição 2017 foi Quoc Nguyen Linh Vinh, do Vietnã, com a foto que abre este post “O olhar de esperança da menina sobrevivendo num lixão”. A imagem foi feita na cidade de Kon Tum e mostra mãe e filha catando lixo numa montanha de resíduos.

“A criança estava feliz, olhando as nuvens escuras e conversando com a mãe”, contou Vinh. “Foi muito tocante. Ela poderia estar aproveitando a infância e brincando com amigos em vez de estar ali”.

Abaixo seguem as quatro outras imagens vencedoras:

Categoria Ambientes Construídos
Raju Ghosh – Luta

Um garoto tenta através uma viela inundada pela chuva em uma favela em Bengala

Categoria Mudanças Climáticas
Jose Luis Rodriguez – Voo pela Vida

Rodriguez registrou um guarda-rios no meio do voo, na sombra da poluição
provocada pelas indústrias ao fundo

Categoria Telefone Celular
Lloyd Ericson Castro Rodriguez – Depois da Monção

Menino brinca com a bicicleta em frente a uma igreja inundada
pelas fortes tempestades da estação de chuvas

Categoria Jovem Fotógrafo
Syed Umer Hasan com A vida selvagem de Karachi

Uma das cidades que mais cresce no mundo, Karachi, no Paquistão, sofre com o problema de cachorros de rua. Centenas deles já foram envenenados. E outras centenas de pessoas foram mordidas pelos cães

Fotos: divulgação

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Suzana Camargo

Jornalista, já passou por rádio, TV, revista e internet. Foi editora de jornalismo da Rede Globo, em Curitiba, onde trabalhou durante seis anos. Entre 2007 e 2011, morou na Suíça, de onde colaborou para várias publicações brasileiras, entre elas, Exame, Claudia, Elle, Superinteressante e Planeta Sustentável. Desde 2008 , escreve sobre temas como mudanças climáticas, energias renováveis e meio ambiente. Depois de dois anos e meio em Londres, acaba de mudar para os Estados Unidos

Deixe uma resposta